Rainha Elizabeth adia reunião após pedido de médicos para descansar

A rainha britânica Elizabeth foi forçada a cancelar uma reunião virtual planejada com ministros nesta quarta-feira depois de ser aconselhada a descansar por seus médicos, um dia depois que a monarca de 96 anos nomeou Liz Truss como a nova primeira-ministra do país.

"Depois de um dia inteiro ontem, Sua Majestade aceitou esta tarde o conselho dos médicos para descansar", disse o Palácio de Buckingham em comunicado. "Isso significa que a reunião do Conselho Privado que deveria ocorrer esta noite será reorganizada."

A rainha está atualmente em sua casa escocesa, o Castelo de Balmoral, onde Boris Johnson renunciou formalmente na terça-feira como primeiro-ministro e, pouco depois, onde Truss foi nomeada sua sucessora e 15º premiê do reinado de Elizabeth.

A monarca vem sofrendo com o que o Palácio de Buckingham chamou de "problemas de mobilidade episódicos" desde o final do ano passado, que a forçaram a cortar compromissos desde então e reduzir suas aparições públicas.

O Palácio de Buckingham não deu mais detalhes sobre a saúde da rainha, mas disse que os últimos conselhos de seus médicos não envolvem hospitais. Ela permanecerá em Balmoral, disse o palácio.

Na semana passada, a rainha foi forçada a perder o Braemar Highland Gathering na Escócia pela primeira vez desde que subiu ao trono há 70 anos por causa de problemas de mobilidade.

(Reportagem de Kylie MacLellan e Michael Holden)