Rainer Cadete fala sobre erotismo e sexualidade com o filho: “Importante”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Rainer Cadete e o filho, Pietro, de 14 anos (foto: reprodução / instagram @rainercadete)
Rainer Cadete e o filho, Pietro, de 14 anos (foto: reprodução / instagram @rainercadete)

Resumo da Notícia:

  • Rainer Cadete é pai de Pietro, um rapaz de 14 anos, fruto de um relacionamento do passado

  • O ator vive o booker Visky em "Verdades Secretas 2", ele vive um relacionamento com Joseph

  • Com 50 capítulos, a novela vem sendo distribuída em pedaços no Globoplay

Rainer Cadete está bombando muito com a nova faceta de Visky em “Verdades Secretas 2” e o personagem é assunto para conversas dentro de casa. O ator revelou que conversa com o filho, Pietro, de 14 anos, sobre o universo do booker.

“Ele começou a fazer teatro e vem com debates mais profundos. E o Visky é um tema. Ele não assistiu a ‘Verdades Secretas 1’ nem assiste à temporada 2. Agora ele ouve falar muito do Visky entre os amiguinhos dele”, relata em conversa com o “GShow”.

Leia também

Aos 14 anos, ele relata que Pietro está no auge da transformação hormonal. “Existe um interesse muito grande do jovem em falar sobre erotismo e o que é a sexualidade. Falo sobre esses temas abertamente. Acho importante não termos esses tabus que tínhamos quando criança. Não precisa mais. Chega de hipocrisia né, Brasil?”, pede.

Para o ator o diálogo é a base de um relacionamento saudável com seu filho. “Meu relacionamento com Pietro é especial desde que ele nasceu. Agora ele está com 14 anos e os hormônios estão em ebulição. Tem vários questionamentos novos e o diálogo é a base de tudo na vida. Sempre tive na minha cabeça que, à medida que ele fosse tendo dúvidas, eu não mentiria e nem omitiria. Lá em casa é assim”, conta.

Na segunda leva de capítulos da novela, disponibilizadas na última semana, Visky protagoniza cenas quentes com Joseph (Ícaro Silva). “Me sinto honrado de estar representando e vivenciando esse corpo político com tanto espaço na trama. O Visky é muito livre para ser quem ele é. Precisamos disso, de liberdade para a gente ser quem a gente é”, completa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos