Rafa Brites se arrepende de ter mostrado boa forma pós-gravidez: 'Gera uma frustração'

Redação Vida e Estilo
Foto: Reprodução/Instagram@rafabrites
Foto: Reprodução/Instagram@rafabrites

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A apresentadora Rafa Brites, 32, escreveu um longo desabafo neste sexta-feira (17) se arrependendo de ter posado para uma capa da extinta revista Boa Forma há dois anos.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Na publicação, ela posava de biquíni, com uma barriga chapada à mostra, segurando o filho Rocco no colo. Apesar da capa da revista informar que Rafa havia engordado 25 kg na gravidez, a foto mostra a apresentadora magra, com abdômen trincado e sem marcas da gestação.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Preciso confessar que eu me arrependi. É tão louco como em pouco tempo mudamos tanto. Há dois anos quando eu fiz (a capa) , juro do fundo do meu coração: achava que essa imagem incentivaria as recém mamães. Que engano o meu. Me desculpem. Essa imagem gera uma frustração. Gera uma comparação", escreveu.

A apresentadora disse ter refletido que é pequeno o número de mulheres que tem facilidade em perder peso. "O número de mulheres que saem de uma gravidez livres de estrias é quase nulo. Essa imagem não motiva. Essa imagem deve ter feito muitas mães se sentirem um lixo", escreveu ela, que é casada com o apresentador Felipe Andreoli, 39.

Com discurso em tom feminista, Rafa diz ainda que "a revolução é sobre aproximação, sobre aceitação". "Eu como uma influenciadora deveria ter percebido isso: Essa imagem não me aproxima de ninguém. Ela me afasta. A minha boa forma dessa imagem é meu sorriso e minha habilidade de encaixar meu filho ali naquele lugarzinho da minha cintura, que nós mães somos craques. É estar com a cabeça boa. Claro: se for a sua perder os quilinhos, legal. Vai lá. Mas se não for a sua, isso não te faz uma mulher menos gostosa e linda", aconselhou, assumindo que tomou uma postura nociva.