Com febre e calafrios, Rafa Brites se isola fora de casa

Rafa Brites. Foto: reprodução/Instagram/rafabrites

Precaução é palavra de ordem para Rafa Brites. A influenciadora usou suas redes sociais para explicar que se isolou fora de casa porque teve sintomas como febre e calafrios, em meio à pandemia do novo coronavírus. Diante disso, resolveu se afastar do filho, Felipe Andreoli, e do filho, Rocco, para evitar um possível contágio em caso de infecção com a covid-19.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

“Gente, eu tive febre... É mais um calafrio, assim. No meio da noite eu fico com muito frio. Eu dormi assim, com moletom, calça de moletom, com duas cobertas e passando muito frio. E depois tendo muito calor. Eu tive isso dois dias, e hoje, terceiro dia, eu ainda estou me sentindo assim. Não tenho falta de ar, não tenho tosse, tenho um pouco de dor de cabeça sim, mas o que todo mundo está falando é: se você tem algum sintoma, se isole”, contou, em vídeo publicado nos Stories do Instagram na noite da última sexta-feira (27).

Leia também:

Em seguida, Rafa comentou que a situação não é fácil, mas é a decisão a ser tomada nesse momento crítico. “É óbvio que eu não queria ficar longe da minha casa, é óbvio que eu não queria estar longe do meu filho, do meu marido, da minha família, mas enfim, é o único jeito da gente se prevenir. Poderia ficar em casa e ver o que vai acontecer? Poderia. Mas, nesse meio tempo, a Vanilda, que mora lá em casa, ela é idosa e poderia pegar. O Felipe sai todo dia, vai para Globo gravar e estaria em contato comigo. E tem o Rocco, obviamente”, explicou.

A influenciadora lembrou ainda que apenas pessoas com sintomas graves devem procurar atendimento médico em hospitais. “Pode ser que não seja nada, pode ser que seja até emocional com tudo isso que está acontecendo, mas não dá pra bobear. Então eu vim aqui pra casa da minha irmã, que não está aqui, pra ver se os sintomas evoluem”, contou.

Rafa contou que vai permanecer em autoisolamento pelo período de 14 dias, que é o período estimado para desenvolvimento de sintomas da doença.

“É o que eu queria? Não, mas é o que é preciso. Não é o mundo ideal que, como mãe, eu gostaria, mas acho que, como cidadã, estou fazendo a minha parte”, concluiu.