Rússia proíbe entrada de 100 canadenses, incluindo ator Jim Carrey

A Rússia anunciou, nesta segunda-feira (14), que proibirá a entrada em seu território de 100 cidadãos canadenses, entre eles o ator Jim Carrey e vários jornalistas, em resposta às sanções do Canadá impostas em outubro a jornalistas e atores russos.

A decisão foi tomada em reposta à "prática do regime do primeiro-ministro Justin Trudeau de impor sanções contra os líderes da Rússia, seus políticos, parlamentares [...], jornalistas e personalidades culturais", disse o Ministério das Relações Exteriores russo em nota.

Além do humorista de 60 anos, também tiveram a entrada proibida os jornalistas Paul Workman, da CTV, Margaret Evans, da CBC, Caroline Xavier, diretora do Communications Security Establishment, e vários canadenses de origem ucraniana.

Moscou os acusa de "participação direta na formação de uma política agressiva antirrussa", segundo o comunicado.

Desde o início da ofensiva russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro, o Canadá impôs sanções a mais de 1.400 pessoas e entidades de Rússia, Belarus e Ucrânia.

bur/pa/pc/mb/jc/rpr