'Questão de conscientização', diz Alok sobre se tornar vegetariano

***FOTO DE ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 16.02.2020 - O DJ Alok, pela primeira vez em São Paulo com seu trio, dá show de música eletrônica para milhares de pessoas na avenida Faria Lima. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Impossibilitado de comandar raves mundo afora por conta da pandemia do novo coronavírus, Alok, 28, tem se dedicado à cozinha.

"Não sei vocês, mas eu, nessa quarentena, troquei os botões das pick ups pelos botões do fogão", brincou o DJ, comparando o equipamento de trabalho com o eletrodoméstico, em uma série de Stories, em sua conta no Instagram.

Ele aproveitou, também, para falar que ultimamente tem optado por uma alimentação mais restrita, pois está tentando se tornar vegetariano. "Na quarentena está ótimo. Só é um pouco difícil na estrada, mas tenho conseguido nos últimos meses", afirmou o artista.

Alok destacou que a "carne de planta" --alimento que consiste em uma mistura de plantas com sabor e textura similares ao gosto de carnes de animais --tem ajudado neste processo.

"Para mim foi mais uma questão de conscientização. Não estava conseguindo mais lidar com o fato de ter que matar um animal para me alimentar", defendeu Alok, enaltecendo seu novo prato principal.

Alimentação sustentável não foi a única novidade dividida por Alok com seus fãs. O DJ contou que será o segundo convidado do projeto "Em Casa", que teve sua estreia com Ivete Sangalo neste sábado (25).

Ele se apresentará no sábado (2), a partir das 22h30, na Globo, que exibirá as primeiras músicas do show após a novela "Fina Estampa". A apresentação completa poderá ser vista no Multishow e no Globoplay, que terá seu conteúdo aberto para não assinantes no Brasil e nos Estados Unidos.