De quem é a responsabilidade do orgasmo?

Muita gente encara o prazer do outro como um recibo de competência sexual, uma espécie de atestado de que é “bom de cama”