Quem é Bianca, do hit 'Ai preto', convidada por Camila Cabello para show no Rock in Rio

A cantora cubana Camila Cabello, que já declarou que queria "ser meio brasileira", deve trazer tempero brazuca para sua estreia no Rock in Rio neste sábado (10). A artista, que é amiga de Anitta e Juliette, convidou a funkeira Bianca, do hit "Ai preto" para uma participação especial. Também sobe ao palco o DJ Biel do Furduncinho, que canta na música com Bianca e L7nnon.

Tempo real: acompanhe ao vivo atrações e bastidores da Cidade do Rock

Programação do Rock in Rio: confira horários dos shows no segundo fim de semana

Coldplay no Rock in Rio: de fralda, fãs garantem lugar na grade e esperam por show digno de turnê

A funkeira de 22 anos, que vem emplacando sucessos nas plataformas digitais, também faz show solo no domingo (11), no palco Supernova. Animada, ela compartilhou em suas redes sociais que foi fazer a unhas às pressas, recebeu uma drenagem linfática e contou aos seguidores que "mais tarde terá uma surpresa".

Natural de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, Bianca se iniciou na dança, tocou em orquestras e começou a cantar profissionalmente na adolescência. Sem ver grandes oportunidades em sua cidade, veio para a Região Metropolitana do Rio aos 16 anos. Passou um tempo num estúdio em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Na época, passou por apertos de grana e chegou a passar fome e dormir no chão, sem contar sobre sua situação à família.

A funkeira estourou em 2019, graças às dancinhas tiktokers com o brega-funk "Tudo no sigilo", imitadas por famosos como Carlinhos Maia e Neymar. A música viralizou num desafio do aplicativo Tik Tok e se tornou hit com, hoje, mais de 85 milhões de reproduções no Spotify e 74 milhões no YouTube — o clipe de "Ai preto" conta com 80 milhões de views.

Pulseiras coloridas: Coldplay quer transformar público do Rock in Rio em telão gigante, com recurso tecnológico

A composição apareceu nos rankings de canções mais virais do Brasil, de Portugal e até da Suíça, e fez a jovem ser a única brasileira elencada pela Billboard na lista de "cantoras latinas para descobrir" em 2020.