Que tal fazer um detox de unhas? Cuidado com mãos e pés

Marcela Rodrigues
·3 minuto de leitura
Skincare das unhas também está em alta (Foto: Getty Images)
Skincare das unhas também está em alta (Foto: Getty Images)

Sempre gostei de unhas esmaltadas. Aprendi cedo que final de semana é dia de fazer unha e, assim, segui praticando. Até que, já muito inserida nas minhas pesquisas sobre o impacto da indústria da beleza na saúde humana e no meio ambiente, e levando uma rotina de beleza natural, questionei: mas e meus esmaltes?

Leia também

Nesta época eu já não usava antitranspirantes, nem cosméticos ou maquiagens com ingredientes considerados suspeitos para a saúde humana ou à natureza. Mas sempre fiquei às voltas com esmaltes. Isso porque, até poucos anos atrás, não tínhamos muitas opções chamadas “limpas”. Naturais, então, muito menos. No máximo, veganas.

Esmaltes - usar ou não usar?

A saída? começar a diminuir o uso de esmaltes. Isso quer dizer que não abandonei a esmaltação, mas passei a ter períodos de detox. Atualmente, vou completar um ano e cinco meses sem fazer as unhas, uma das fases mais longas. Não sinto falta, pois aprendi a gostar das minhas unhas como elas são. Mas, ainda assim, não afirmo que abandonei completamente

Que tal aproveitar a quarentena para fazer um detox de unhas?

Fórmulas suspeitas

Female hand with red manicure on a white knitted background with copy space, top view
Female hand with red manicure on a white knitted background with copy space, top view

Boa parte dos esmaltes convencionais possuem ingredientes considerados suspeitos, como os solventes, caso do tolueno, do formaldeído e dos ftalatos, ambos considerados tóxicos pela plataforma nacional de tradução científica de substâncias nos cosméticos, limpp. Eles tem impacto tanto ambiental, quanto na saúde humana.

Nos casos dos ftalatos, por exemplo, é considerado um desregulador endócrino. "Os ftalatos estão classificados pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) como possivelmente carcinogênicos para humanos (grupo 2B). Sua bioconcentração e toxicidade em organismos aquáticos é alta. Podendo ser eliminado no meio ambiente através de vários fluxos de resíduos", relata a plataforma limpp. Um bom motivo para reduzir o uso, né!

Skincare de unha? Sim!

Vale destacar que as unhas (e toda a sua estrutura) são altamente absorventes. Então, enquanto elas estão durante o detox de esmaltes e acetonas, porque não montar uma rotina de cuidados? Além de aparar e lixar, é importante hidratar tanto as cutículas, quanto as próprias lâminas das unhas. Basta usar um óleo 100% vegetal ou até mesmo seu próprio hidratante corporal. Aplique nelas e massageie unha a unha. Assim, elas ficam sempre com um aspecto saudável. Também gosto de fazer meu próprio óleo hidratante de unhas:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Um bônus desse detox de unhas é que, além de ele ser uma atitude saudável e sustentável, também tem um impacto em deixar nossa rotina de beleza mais livre. Com o tempo é natural se desapegar da esmaltação como uma obrigação social feminina.

E quando for esmaltar, vá de marcas conscientes

Marcas de esmaltes veganos, cruelty-free e livres das principais substâncias suspeitas estão cada vez mais comuns. São as chamadas 9free e 7free, como as nacionais Surya Brasil, Twoone Onetwo e Natura.