Quatro dicas simples para ajudar a reduzir a ansiedade

Vida e Estilo International
·4 minuto de leitura
Quatro etapas simples para ajudar a reduzir a ansiedade
Anna Williamson admite que está sentindo sua ansiedade surgir - aqui estão suas principais dicas para manter a calma. Foto: Fornecida

Estamos em um momento estranho, com certeza. Não há nada mais assustador ou indutor de ansiedade do que o desconhecido.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

A falta de controle e a falta de compreensão de algo podem fazer com que até a pessoa mais confiante se sinta um pouco sobrecarregada.

Então, como a maior parte do mundo no momento com a pandemia de coronavírus, também estou sentindo as facadas familiares da ansiedade.

Leia também

O frio na boca do estômago, os pensamentos ruminantes de 'e se', a falta de ar do pânico quando você repentinamente percebe que está usando seu último rolo de papel higiênico no banheiro.

O importante é focar no que mais está acontecendo ao seu redor - as coisas "normais".

Essencialmente, precisamos recuperar o controle da ansiedade que pode ameaçar dominar nossa mente e corpo quando as coisas ficam estressantes.

A ansiedade é muito motivada por uma sensação de falta de controle. Quando os vários grupos do WhatsApp estão repletos de histórias, anedotas e boatos; as notícias são involuntariamente assustadoras; e sua família está entrando em pânico porque o supermercado local ficou sem comida – o que, aliás, não é verdade - então faz sentido que talvez acabemos com a sensação de perda de controle.

Algumas coisas não dependem de nós.

Mas a boa notícia é que podemos fazer muitas coisas para corrigir o equilíbrio, recuperar a calma e reduzir a ansiedade que a incerteza traz, indubitavelmente.

1. Primeiro, respire!

Quando estamos ansiosos e estressados, não respiramos adequadamente. Tendemos a respirar superficialmente na região superior do tórax e isso pode nos fazer sentir pânico, tontura e até desmaiarmos.

Algo que todos nós podemos fazer, independentemente da idade, é respirar adequadamente para aliviar os sentimentos de ansiedade.

Minha técnica favorita é o '7/11'.

Sente-se ou fique em pé confortavelmente e inspire pelo nariz em um ritmo calmo por 7 segundos, segure a respiração por um segundo e depois expire lentamente pela boca por 11 segundos.

Quatro etapas simples para ajudar a reduzir a ansiedade
Inspirar pelo nariz por 7 segundos e expirar pela boca por 11 segundos pode ajudar a acalmar a mente e o corpo. Foto: Getty

Imagine que você está soprando uma vela de aniversário, isso vai lhe ajudar a alcançar a força e a técnica corretas.

Faça isso cinco vezes pelo menos, para realmente sentir a tensão do seu corpo diminuir.

2. A seguir: tudo é uma questão de 'perspectiva'.

Quando estamos ansiosos, perdemos de vista o que é real, nosso senso de lógica e há uma tendência à catástrofe.

Assistir notícias o tempo todo geralmente não ajuda os pensamentos ansiosos, principalmente se as informações são especulativas – desejamos saber de fatos concretos, muitas vezes esses são mais fáceis de lidar.

Então, em vez de fazer isso, pense no que você pode fazer em sua vida para superar as coisas da maneira mais calma e positiva possível.

Cerque-se de uma perspectiva saudável. Não se concentre nas estatísticas ruins, é da natureza humana fazê-lo, mas pode ser bem inútil. Lembre-se das boas estatísticas.

Tenha em mente que você não está sozinho. Há tanto calor e amor irradiando de todos os cantos do mundo agora, e isso definitivamente vale a pena comemorar.

3. Crie metas para manter sua mente focada

Comece agora aquelas tarefas que você está adiando.

Crie uma estrutura diária para você e sua família, como levantar-se e vestir-se em um determinado horário todas as manhãs, cozinhar e comer refeições e fazer exercícios. Certifique-se de cumprir essa meta todos os dias - por menor que seja.

Quatro etapas simples para ajudar a reduzir a ansiedade
Defina metas mínimas todos os dias - você sentirá que alcançou algo.

4. E, finalmente, converse.

Temos muitos meios para manter contato com as pessoas hoje em dia, o que é ótimo.

Então pegue o telefone. Facetime, Skype, o que você quiser. Converse com entes queridos, colegas, membros da sua comunidade... e ria! Risada e humor é a melhor cura para a ansiedade.

É sempre bom lembrar que a ansiedade é uma coisa boa nas doses certas.

É a maneira de nosso corpo e mente nos proteger e nos manter seguros.

A chave é estar no comando de sua ansiedade, e não o contrário. A gente consegue, pessoal.

Anna Williamson

Anna Williamson é coach, conselheira, autora e emissora de TV e rádio no Reino Unido. Aqui, ela compartilha com o Yahoo dicas para aliviar a ansiedade durante esse período de incerteza para pessoas de todo o mundo.