Quarentena: 7 dicas para depilar a virilha em casa

Colaboradores Yahoo Vida e Estilo
·3 minuto de leitura
Como se depilar em casa sem se machucar? (Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil)
Como se depilar em casa sem se machucar? (Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil)

Por Laura Muniz

Eles crescem sem pressa, silenciosos. A pandemia começa. E, mesmo durante a quarentena, não dão trégua, se espalham por todo o corpo. São os pelos – geralmente removidos por nós, mulheres. Em média, as brasileiras depilam oito vezes por mês, somando diferentes partes do corpo, revela uma pesquisa realizada pelo instituto PiniOn. O estudo mostra que depilação está associada ao desconforto e irritação. Ao mesmo tempo é uma conveniência, um costume.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

A depiladora Aline Gonçalves, 38 anos, remove os próprios pelos desde que iniciou na profissão há sete anos. Como era a única depiladora no salão em que trabalhava, decidiu arrancar os próprios fios da virilha entre uma cliente e outra. "No começo é complicado. Tem que ter persistência. A gente se decepciona nos primeiros resultados, mas com a prática fica bom". Ela recomenda ter calma, nada de pressa e não criar expectativas nas primeiras tentativas. "Às vezes quebrava os pelos por não conseguir puxar de maneira ideal", conta.

Leia também

Remover os próprios pelos dói mais do que depilar outra pessoa. "Além de não estar em uma posição favorável, tenho que me ver no espelho e nem sempre consigo. A pele tem que estar esticada para não machucar tanto." A dor justifica a sua sensação de bem estar quando está depilada. "Pelos me incomodam em qualquer parte do corpo. Tirar os fios faz parte da minha rotina", explica. Mesmo com o hábito, ela não critica quem não gosta de depilação. "Tenho amigas que odeiam. E me acham uma ET por conseguir depilar a minha virilha", diz rindo.

A atriz Paolla Oliveira não teve tanta destreza quanto Aline em sua experiência de depilação caseira. “Vou contar para você que a depilação com cera foi um caos. Falei: ‘ah, não, é só colocar ali e puxar’. Amiga, você não está entendendo... Fiquei em carne viva”, contou ela em um papo com Taís Araújo durante o programa ‘Superbonita’, do GNT. Para evitar uma situação parecida com a de Paolla, confira as dicas da profissional:

Os pelos estão crescendo. E agora?

Com os salões de beleza fechados por conta da pandemia do covid-19, devo depilar a própria virilha em casa ou não? A escolha é sua. Caso decida remover os pelos, programe-se. Depile duas semanas após a menstruação. Durante o ciclo menstrual, os níveis de prostaglandina, substâncias similares a hormônios, são mais altos. Portanto, você sentirá mais dor e está mais propensa a ter inchaço.

O primeiro passo é comprar os produtos certos, explica a depiladora Chirley Rosa. Ela entende do assunto. Trabalha com depilação há 18 anos. As ceras indicadas são a fria – elas vêm coladas em um papel próprio e devem ser aquecidas com a mão – ou a quente espanhola – aquecidas no microondas ou em banho-maria.

Estes produtos são mais fáceis de manusear, e o risco de se machucar é menor. Quando for esquentar a cera, muito cuidado para não se queimar. A temperatura deve ser "morna para quente", explica Chirley.

Confira o passo a passo:

Passo 1. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 1. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 2. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 2. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 3. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 3. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 4. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 4. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 5. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 5. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 6. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 6. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 7. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 7. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 8. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil
Passo 8. Arte: Anderson Basquiat/Yahoo Brasil