Qual é o jeito certo (e seguro) de tirar água do ouvido?

Ficar com água presa nos ouvidos é uma queixa comum. Porém, segundo o otorrinolaringologista Fernão Bevilacqua, no geral, toda água que entra no ouvido sai sozinha. “Geralmente a água fica poucos minutos dentro do ouvido, porque ela evapora ou escorre”, esclarece o especialista.

De acordo com o médico, o conduto auditivo externo possui um trajeto muito curto e a maioria das pessoas, com exceção daquelas que tiveram alguma doença de ouvido, possuem a membrana timpânica íntegra, fazendo com que toda água que entra, saia. Para ele, de forma geral, “não há problemas em deixar a água entrar no ouvido, exceto para aqueles que têm alguma doença prévia e que receberam orientações médicas para evitar que a água entre no canal auditivo”, explica.

Existem riscos da água no ouvido?

Segundo o médico, o problema não é a água em si. “Alguns problemas comuns são quando a água entra com uma velocidade maior no ouvido, ondas muito fortes e espirro de água com algum objeto que tenha pressão, como uma mangueira. Esses são alguns fatores que podem levar a um trauma na membrana timpânica”, esclarece Fernão.

A temperatura da água é outro fator que também pode trazer riscos ao canal auditivo. O médico exemplifica que surfistas, que passam muito tempo dentro da água em temperaturas mais frias, tendem a gerar algumas alterações de estrutura no conduto auditivo.

Como tirar a água do ouvido?

...

Veja mais


Veja também

Após ouvir zumbidos, menino descobre carrapato no tímpano
Remédios caseiros para dor de ouvido: entenda o que funciona
Otite gera dor no ouvido e pode causar surdez
Estudo relaciona risco de desenvolver diabetes a conservante comum em embutidos
Qual é o jeito certo (e seguro) de tirar água do ouvido?