Putin ameaça revogar cidadania de pessoas que criticam guerra da Rússia com a Ucrânia

Putin ameaça revogar cidadania de pessoas que criticam guerra credit:Bang Showbiz
Putin ameaça revogar cidadania de pessoas que criticam guerra credit:Bang Showbiz

Vladimir Putin ameaçou revogar os passaportes dos cidadãos que criticarem a guerra da Rússia contra a Ucrânia apenas alguns dias depois da retirada de suas tropas de Kherson.

Em março, o parlamento russo introduziu um conjunto de leis que criminaliza manifestações contra o conflito na Ucrânia ou que "desacreditam" o exército de Putin. Pessoas que violam as regras podem pegar até 15 anos de prisão.

Agora, em um novo ataque antidemocrático, Putin estaria propondo uma emenda que pode prejudicar estrangeiros que adquiriram cidadania russa durante a ocupação de Kherson - uma cidade portuária no território sul da Ucrânia - pelas forças do Kremlin.

Durante a anexação, diversos ucranianos foram forçados a mudar de nacionalidade devido às ameaças russas, segundo relata o veículo 'Kyiv Independent'.

Ainda de acordo com a reportagem, a decisão de revogar a cidadania pode ser tomada independentemente de quando a "infração" foi cometida.