Pussycats Dolls lançará músicas e uma turnê mundial, diz jornal

Redação


Sucesso na cena pop da primeira década dos anos 2000, o grupo The Pussycats Dolls deverá voltar aos palcos após separação, em 2010. Segundo o jornal britânico The Sun, a cantora Nicole Scherzinger fechou uma negociação milionária para retornar à banda, que deverá lançar novas músicas e uma turnê mundial em 2020.

"Nicole fez uma oferta de vários milhões de libras para se juntar novamente ao grupo e recebeu um grande adiantamento que impossibilitou que ela recusasse", informou ao jornal uma fonte próxima ao grupo.

De acordo com a publicação britânica, Nicole já havia recusado outras ofertas, mas decidiu aceitar a proposta devido ao aniversário de dez anos do hiato. Além de Scherzinger, outras originais Pussycat Dolls estarão de volta à formação: Melody Thornton, Kimberly Wyatt, Ashley Roberts, Carmit Bachar e Jessica Sutta.

Após a notícia, a conta oficial do grupo no Instagram foi reativada, mas não havia publicações até o fechamento desta matéria. Durante a separação, outros rumores da volta do grupo já haviam circulado na imprensa.

Outra fonte acrescentou ao The Sun que "a turnê será enorme e o grupo tocará seus maiores sucessos". "Está nos estágios iniciais, mas agora elas estarão juntas novamente; algumas delas, incluindo Nicole, disseram que estariam abertas a trabalhar juntas em alguns novos singles", afirmou a pessoa.

Criada originalmente em 2003, a banda lançou dois álbuns - PCD (2005) e Doll Domination (2008) -, e emplacou diversos hits, como Buttons, Don't Cha, I Hate This Part, Stickwitu e When I Grow Up.