Protestos contra Bolsonaro rendem até R$ 6 mil em multas para motoristas

·1 minuto de leitura
Bolsonaro entrando em carro
(AP Photo/Eraldo Peres)

Carreatas contra o presidente Jair Bolsonaro geraram mais de uma centena de multas em motoristas que participaram dos ator. Segundo apuração da Agência Pública, nos últimos dois meses as multas foram de valores de R$ 88,38 a até R$ 5.869,40.

Apenas em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a reportagem encontrou mais de 46 autuações. Os motivos das multas variam, vão desde "passageiro sem cinto de segurança", "buzina por tempo prolongado", "utilizar o pisca alerta", a "obstrução do trânsito". Em comparação, segundo dados do Detran-RS, os protestos de apoio ao presidente não registraram nenhuma ocorrência.

Foram encontrados também casos de manifestantes multados em São Paulo e Brasília. Representando o grupo de pessoas que se sentiram lesadas pelas multas, a presidente do movimento Mães e Pais pela Democracia, Aline Kerber registrou o caso em um ofício enviado para o Comando-Geral da Brigada Militar, acionando a Corregedoria da corporação.

A mensagem emitida em 17 de fevereiro foi endereçada ao comandante-geral coronel Rodrigo Mohr e pedia esclarecimentos, anulação das penalidades, além da apuração da conduta dos policiais envolvidos. A BM registrou o recebimento, mas ainda não se manifestou sobre o ofício.