Propriedade de Donald Trump é alvo de operação do FBI: 'Até arrombaram meu cofre'

Donald Trump credit:Bang Showbiz
Donald Trump credit:Bang Showbiz

Agentes do FBI comandaram uma operação de busca na propriedade do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no resort de Mar-A-Lago.

A polícia americana utilizou um mandado de busca na residência de Trump, com agentes do FBI procurando por documentos da Casa Branca supostamente movidos pelo ex-chefe de Estado quando ele não tinha o direito de fazê-lo.

Através de um comunicado, o empresário ironizou a operação. "Minha linda casa, Mar-A-Lago, em Palm Beach, Flórida, está atualmente sitiada, revistada e ocupada por um grande grupo de agentes do FBI", relatou ele.

O político, de 76 anos, diz acreditar que a busca foi "obra dos democratas" para mantê-lo fora da corrida eleitoral de 2024, para a qual ele é o grande favorito a representar o Partido Republicano na disputa pela presidência dos EUA.

"É má conduta do Ministério Público; é usar o sistema judicial como uma arma e um ataque de membros da esquerda radical do Partido Democrata, que desesperadamente não querem que eu concorra à presidência em 2024, especialmente com base nas pesquisas recentes, e que também farão qualquer coisa para impedir republicanos e conservadores nas próximas eleições legislativas", disparou o magnata.

O ex-líder americano não estava em casa quando o FBI chegou à propriedade.

"Estes são tempos sombrios para nossa nação - uma coisa desta natureza nunca aconteceu com um presidente dos Estados Unidos antes. Uma invasão dessas só tinha lugar em países quebrados do Terceiro Mundo. Infelizmente, a América agora se tornou um desses países, corrupto em um nível nunca visto antes", disse Trump. "Eles abriram até o meu cofre! Qual é a diferença entre isso e Watergate, onde agentes invadiram o Comitê Nacional Democrata? Aqui, em contraste, os democratas invadiram a casa do 45º presidente dos Estados Unidos".