Propagação do coronavírus cancela shows e eventos esportivos em países do Golfo Pérsico

DUBAI (Reuters) - Grandes shows e eventos esportivos foram cancelados ou adiados em Estados do Golfo Pérsico, e a Arábia Saudita intensificou as medidas de triagem à medida que o coronavírus se espalha na região.

Houve pelo menos 2.476 casos do vírus na região do Golfo, principalmente no Irã, onde 77 pessoas morreram. Casos também foram relatados em outras nações do Oriente Médio.

Nos Emirados Árabes Unidos, um centro de tráfego aéreo e um polo turístico e comercial, o festival de música eletrônica Ultra, na arena Du de 25 mil lugares de Abu Dhabi, e o show de K-pop Music Bank na Arena Coca Cola de 17 mil lugares de Dubai, que iriam ocorrer em março, foram cancelados.

Os organizadores do Ultra, onde o grupo de música eletrônica Major Lazer e o DJ Afrojack se apresentariam, citaram restrições de viagem impostas por alguns países e empresas aéreas devido ao vírus de transmissão rápida.

A emissora nacional sul-coreana KBS e a plataforma de financiamento coletivo Makestar, as organizadores da apresentação de K-pop, disseram que o Music Bank foi cancelado por causa da proliferação da epidemia na Coreia do Sul e outros lugares.

A principal feira internacional de arte de Dubai, "Art Dubai", que deveria acontecer também neste mês, foi outro evento importante adiado, disseram organizadores.

O Catar cancelou uma exposição de defesa e o Barein adiou duas conferências de petróleo e gás deste mês para o segundo semestre.