Pronto para estreia, Mion avalia desempenho na 'Fazenda': "Tenho um diferencial"

Foto: Edu Moraes/RecordTV

Que ‘A Fazenda 10’ foi um sucesso não dá para negar. O reality da Record bombou com Ana Paula Renault, Gabi Prado, Nadja Pessoa e o campeão Rafael Ilha em 2018. O que ninguém imaginava é que a temporada poderia ser a última da história.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Segundo o apresentador Marcos Mion, que estreou à frente do formato no ano passado, a emissora de Edir Macedo só tinha licença para produzir o programa até sua décima edição, mas os números - a atração venceu a Globo em vários episódios - garantiram mais três temporadas do reality rural.

Leia também

Além dos contratos renovados com o programa e o apresentador, a Record teve outra boa notícia para contar em sua coletiva de imprensa na semana passada. Segundo a direção do reality, ‘A Fazenda 11’ estreia nesta terça-feira (17) com mais patrocinadores que a temporada anterior. Os contratos com grandes marcas foram assinados com base na repercussão do ano passado.

Diante de tudo isso, a pressão nos bastidores só aumenta. Mion afirma que se preparou muito para a nova edição e reitera que “o sucesso sempre aumenta a responsabilidade”. “A gente trabalhou dobrado para tudo ficar melhor ainda. A parte da interatividade foi uma coisa que a gente introduziu com força na temporada passada e agora terá ainda mais”, adianta ele.

Para cuidar das redes do programa, a emissora apostou em Lucas Salles, ex-CQC e participante do último ‘Power Couple’. Além disso, Marcos Mion contou outras novidades previstas para a temporada, como o “protagonismo” da baia.

Livre para apresentar

Durante a coletiva de imprensa em Itapecerica da Serra, Mion negou boatos sobre o jeito “fechado e engessado” do diretor Rodrigo Carelli. “O Carelli tem uma fama de monstro que não faz jus. A gente respeita o trabalho um do outro. Acho que isso é o principal. A confiança que ele tem em mim fica em evidência quando tem algum problema no ao vivo”, explicou, citando o dia em que teve uma pane na atração.

Na sequência, o apresentador também afirmou que o reality já tinha regras e uma equipe afinada quando chegou para apresentar a décima edição, mas conseguiu se entrosar e aproveitar o máximo da equipe que já estava lá para imprimir sua marca no principal reality da Record.

“Sou um cara que tem bordões, brincadeiras, gírias. Tem coisas que mudei de como era. Sou um cara que apresenta programa de auditório a vida inteira e recebo as pessoas no meu palco como se fosse na minha casa. Lembro que a indicação inicial era que eu não poderia ter contato com os participantes. Tinha uma distância muito grande, mas eu falei que não conseguia isso. Quando eles chegam eu abraço, dou boas-vindas. Tenho um diferencial”, afirma.

Elenco misterioso

Até o momento, a emissora ainda não divulgou a lista com os participantes da temporada. É a primeira vez que a Record consegue fazer tanto mistério. Muitos nomes foram especulados, mas nenhum confirmado oficialmente.

De acordo com “listas vazadas” por jornalistas e blogueiros, alguns internautas reclamaram da ausência de personalidades conhecidas na grande mídia. Na coletiva, Carelli já tinha alertado sobre essa possibilidade.

“O elenco a gente monta pensando no que vai ser melhor para o programa. A fama, se é ou não é tão conhecido, é algo meio adjacente. A partir da primeira semana o que importa é como as pessoas vão funcionar dentro do programa. Elas precisam ser verdadeiras, com personalidades fortes. A gente espera isso delas”, explicou.