Produtora de Mc Gui é investigada por lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e agressão

Mc Gui (Foto: Reprodução/ Instagram @mcgui)

A polícia de São Paulo está investigando o envolvimento da produtora RW, que representa o funkeiro MC Gui, em um esquema de fraude e venda de drogas. Segundo a 3ª Delegacia da Polinter de São Paulo, o cantor, o pai e mais dois familiares integram um grupo que já aplicou golpes em 70 vítimas pelo país. Entre as investigações estão casos de por crimes como lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e agressão.

Segundo informações da Band, as investigações sobre o caso tiveram início há cerca de três meses, com suspeita de falsos sites de leilão de automóveis que aplicava golpes em seus clientes. Ao averiguar as contas acabaram chegando a pessoas envolvidas na produtora RW.

Pelo Instagram, o cantor comentou o caso e relembrou a morte do irmão Gustavo, em 2014, que morreu em decorrência de uma overdose de cocaína. Leia:

“Em respeito aos meus fãs, familiares, amigos, imprensa, profissionais que trabalham comigo, contratantes e seguidores, venho por meio desta nota esclarecer sobre a terrível polêmica envolvendo o meu nome.

Quem me acompanha sabe que a minha vida desde cedo sempre foi muito exposta, sempre compartilhei com todos minhas dores, conquistas e vitórias. Sou uma pessoa honesta e íntegra, sempre trabalhei duro para conquistar tudo o que tenho hoje, e graças ao meu trabalho eu e minha família temos tudo o que precisamos. Eu jamais colocaria minha tão sonhada carreira em risco para me envolver em qualquer coisa ilegal e suja.

Eu nunca vou me esquecer nem por um segundo que eu perdi meu irmão, primo e amigos por conta das drogas, elas só trouxeram dor e sofrimento à minha família!

O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil, somente eles tem a competência e capacidade para resolver e mostrar para todos nós os verdadeiros culpados.
Quero aproveitar e pedir desculpas à todos por receberem essas notícias tão tristes e sujas envolvendo meu nome, peço desculpas também por estar longe, infelizmente tudo aconteceu bem nas minhas férias que já estavam programadas desde o início do ano, eu sempre usufruo entre os meses de outubro e novembro, pois final e início de ano a agenda é sempre muito cheia.

Infelizmente eu não posso provar nada no momento, temos que aguardar porque somente a justiça pode esclarecer tudo para todos nós. Só peço à Deus forças e serenidade para passar por mais este obstáculo em minha vida e peço à vocês que me acompanham que também tenham calma porque logo logo tudo será esclarecido.

Beijos Mc Gui”

Erika Januza é vítima de racismo no Instagram