Processo por injúria racial contra Luisa Sonza vem à tona e Gentili diz que ela é 'protegida'

*Arquivo* RIO DE JANEIRO, RJ, 04.09.2022 - A cantora Luísa Sonza. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
*Arquivo* RIO DE JANEIRO, RJ, 04.09.2022 - A cantora Luísa Sonza. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O apresentador Danilo Gentili usou suas redes para criticar a pouca atenção dada por "sites de fofoca" e "influenciadores justiceiros sociais" ao processo por injúria racial movido contra a cantora Luisa Sonza.

O assunto voltou à pauta porque a audiência do processo, noticiada por F5 em julho passado, estava marcada para a última quarta-feira (14).

Em uma série de posts, Gentili afirma que Sonza faz parte do elenco de uma agência "de beautiful people do Leblon", um grupo formado por alguns dos maiores influenciadores do país, que formariam uma rede de apoio mútuo e de ataques orquestrados.

A agência, ainda segundo o apresentador, usaria uma "rede massiva de perfis fakes e de fofocas que já lincharam e pediram a cabeça de muita gente".

O apresentador seguiu sua postagem, ora em tom de desabafo, ora de denúncia. "É sério, Luísa Sonza, que você pediu para uma negra que não conhece pegar água para você e foi processada por racismo, [mas] os influenciadores justiceiros sociais da sua agência estão caladinhos? Que coisa curiosa, não? Quando é comediante fazendo piadinha eles se mobilizam e descem o cacete", escreveu.

Sonza foi denunciada em 2020 por Isabel Macedo de Jesus, uma advogada negra que diz ter sido confundida com uma funcionária da pousada onde as duas estavam, durante um evento, em Fernando de Noronha, dois anos antes.

A cantora, segundo Isabel, teria pedido para que ela fosse buscar buscar um copo d'água, além de dar tapinhas em seu braço, para que não demorasse.

À época, o advogado de Sonza, José Estavam Macedo Lima, afirmou que as acusações eram "falsas, inverídicas" e viriam em "um momento oportunista em razão do crescimento exponencial da carreira da artista." Procurada por F5 na noite deste sábado (17), a assessoria da cantora não respondeu até a conclusão deste texto.