Princesa Diana foi a "primeira pessoa a agitar a gaiola da monarquia", diz biógrafa da rainha Elizabeth II

Princesa Diana foi a
Princesa Diana foi a

Princesa Diana foi a "primeira pessoa a agitar a gaiola da monarquia", afirma a biógrafa da rainha Elizabeth II.

A falecida Princesa de Gales - que morreu aos 36 anos em agosto de 1997 ao lado do namorado Dodi Al-Fayed, após um acidente de carro em Paris - foi a única pessoa "em memória viva" a questionar como funciona a instituição. No entanto, Diana não o fez "intencionalmente" com seu ativismo contra a AIDS e as minas terrestres, e a forma como ela capturava a imaginação nacional.

"Diana foi a primeira pessoa a agitar a gaiola da monarquia dentro da memória viva. Não acho que Diana tenha se dedicado intencionalmente para mudar a família. Ela o fez porque era assim que ela era", disse Ingrid Seward à revista PEOPLE.

Sua morte - que provocou uma onda de luto pelo mundo - fez com que a Rainha fosse amplamente condenada por sua falta de luto público, porém usou as lições aprendidas com a reação negativa e com o "legado" de Diana.

"A Rainha agora pode ver que o legado de Diana é uma força enorme para o bem'', disse a Ingrid.

A princesa Diana - que gerou críticas da família real sobre como cortejou a imprensa - estava envolvida em um casamento infeliz com o príncipe Charles. A cerimônia ocorreu em 1981, quando ela tinha 20 anos e ele tinha 32.

Durante o matrimônio, Charles se envolveu com Camilla Parker-Bowles, com quem acabou se casando em 2005.

Andrew Morton - que colaborou secretamente com Diana em seu livro de 1992 'Diana: Sua Verdadeira História - Em Suas Próprias Palavras' - acredita que o futuro rei de 72 anos de idade "será lembrado" pelo seu casamento que chegou ao fim em 1992, onde nasceram os filhos príncipe William, 40, e príncipe Harry, 37.

"Sua tragédia é o que quer que ele faça, o que quer que diga, seja qual for seu comportamento, ele será lembrado por uma coisa: o fato de que seu casamento de conto de fadas terminou. Assim como Henrique VIII é lembrado por suas seis esposas, o príncipe Charles é lembrado por sua primeira esposa. Isso sempre o assombrará. Sua vida foi definida por seu casamento, afirmou Andrew.