Primeiro episódio de documentário sobre Marielle aumenta ibope da Globo em SP e no Rio

***ARQUIVO*** RIO DE JANEIRO, RJ, 25.05.2017: Vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) durante entrevista em seu gabinete. (Foto: Rodrigo Chadí/Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 1498832

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O primeiro episódio de "Marielle - O Documentário", exibido na Globo na noite da última quinta-feira (12), rendeu bons índices de ibope à emissora.

Em São Paulo, o projeto registrou 13 pontos de audiência o que equivale a três pontos acima da média de audiência da mesma faixa de horário das últimas quatro quintas-feiras. O índice representa ainda dois pontos a mais de participação na capital paulista.

No Rio de Janeiro a audiência também foi satisfatória. O documentário registrou 16 pontos de audiência e elevou em quatro pontos tanto a audiência quanto a participação em relação a média da faixa nas últimas quatro quintas-feiras.

Todos os episódios de "Marielle - O Documentário" já estão disponíveis no Globoplay para assinantes.

PROJETO

A socióloga Marielle Franco foi morta a tiros junto com o motorista Anderson Gomes, na zona norte do Rio de Janeiro, no dia 14 de março de 2018. O assassinato da vereadora causou grande comoção no Brasil e reverberou para outras nações que pediam a identificação e punição do assassinos -até hoje, a pergunta de quem matou a vereadora segue em aberto.

Com previsão de duas temporadas, a primeira gira em torno da biografia de Marielle Franco, culminando com as circunstâncias do crime que chocou o Brasil e o mundo. Já na segunda, o foco será nos mandantes e, se o caso for solucionado, na resolução do crime.

Além do documentário da Globoplay, que já está disponibilizado na plataforma de streaming, os autores Antonia Pellegrino e José Padilha vão criar uma série ficcional sobre a socióloga que saiu do Complexo da Maré para a Câmara dos Vereadores.