Primeira festa do BBB 21 tem discussão de Kerline e Lucas, e Carla Diaz lembrando 'O Clone'

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A primeira festa do Big Brother Brasil 21, na madrugada desta quarta (28), foi marcada por muita emoção dos participantes, discussões e Carla Diaz relembrando a novela "O Clone" (Globo, 2001), trama em que ficou conhecida por interpretar Khadija, quando tinha dez anos. Teve também o ator Lucas Penteado tentando ficar com Kerline. Ele falou para a sister: "Quer saber de um bagulho? Quero pegar você e não sei mais o que falar, é isso. Eu pego você fácil, é só você falar que sim." Ela desconversou e voltou ao assunto anterior sobre Lucas agir como cupido durante a celebração. Em outro momento, Kerline se mostrou muito incomodada com Lucas por ele ter tentado arrumar um affair para ela durante a festa. No fim da comemoração, ela chamou Lucas para conversar. "Você chega no quarto e promove desafios para as mulheres", disse ela. "Não separa por gênero, pelo amor de Deus. Se você vê gênero, desculpa", rebateu o ator. "Você foi uma das únicas pessoas que eu falei: 'Meu Deus, me identifiquei muito'. Mas você promove questionamentos que mexem um pouco com a gente. Eu falo como mulher", disse ela, que começou a chorar. Na discussão, Lucas Penteado afirmou que não é perfeito e que gostaria de saber o que ele fez que magoou a sister. Kerline começa a falar, mas foi interrompida por ele. Depois, ela completou: "Mais uma vez você não me deixou terminar de falar...Eu achava que você era uma pessoa muito empática, de ouvir. Você não ouve, você não escuta [...]". Em conversa com outros brothers sobre o que aconteceu com Kerline, Lucas começa a chorar. Aos prantos durante o banho, ele foi consolado por Karol Conká, Nego Di, Sarah e outros participantes. 'É um jogo de manipulação e você caiu, fala aí", disse Karol Conká para ele. Antes, Pocah também chorou e não ficou bem após tentar fazer com que o ator e Kerline se reconciliassem, sem sucesso. DANÇA DO VENTRE E MÚSICAS Durante a celebração, Pocah, Karol Conká, Projota e Fiuk se emocionaram quando tocou a música de cada um deles. "Que loucura", disse o filho de Fábio Jr., que não conteve as lágrimas. Mais tarde foi a vez de Carla Diaz lembrar de quando participou de "O Clone" e fazer a dança do ventre. Ela ainda citou o bordão muito famoso da sua personagem: "Muito ouro e inshalá".