Preta, Iza, Taís e mais se posicionam contra fala de ex-diretor da Band

Iza, Djamila Ribeiro, Preta Gil, Taís Araújo e outras personalidades se posicionaram contra Rodrigo Branco (Reprodução / instagram @Iza @djamilaribeiro @pretagil @taisdeverdade)

A fala com teor racista de Rodrigo Branco, ex-diretor da Band e hoje facilitador da vida de famosos em Orlando, tem repercutido entre os famosos que são seus amigos, muitos deles negros. Ele ficou conhecido do grande público por levar famosos para a cidade em troca de publicidade nas redes sociais.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O profissional de marketing afirmou em uma live que torcer para Thelma no ‘Big Brother Brasil 20’ é racismo. “Porque é o seguinte, todo mundo está votando nela porque ela é negra coitada”, disse. Para continuar a explicação ele citou a jornalista Maju Coutinho.

Leia também

“Ela é péssima, ela é horrível. Ela fala tudo errado, eu assisti hoje. Ela só está lá mesmo por causa da cor. É o oposto. Qual foi a carreira dela? Foi ela ser xingada: ‘todos por Maju’. Ela não tem uma carreira”, afirmou. Rodrigo chegou a fazer um vídeo de desculpas, mas visto a perda de seguidores e críticas, desativou sua conta no Instagram.

Rodrigo ficou conhecido pelo grande público por levar famosos de graça para Orlando, nos Estados Unidos, em troca de publicidade nas redes sociais. Ele é amigo pessoal de Simone e Simaria, Larissa Manoela, Deborah Secco, Wanessa Camargo, Luan Santana, Anitta, Dani Calabresa, Thiago Abravanel, Kaká e entre outros que não se pronunciaram.

Bruno Gagliasso, que é pai de dois filhos negros, já ressaltou diversas vezes que: “não basta não ser racista, tem que ser anti-racista”.

Iza

A cantora republicou um post da pensadora Djamila Ribeiro que afirma: “A branquitude não se pensa: quem consegue os cargos pela da pele não as pessoas negras”. Iza também lembrou que está de olho em comportamentos racistas: “Fogo neles!”

Preta Gil

Preta conhece Rodrigo há cerca de 20 anos e se mostrou indignada com a fala do então amigo. “Primeiro veio o susto e depois a descrença: 'Não estou acreditando no que estou vendo". Comecei chorar de tristeza. Peguei meu telefone e chamei esse amigo no WhatsApp. Disse: 'Não poderei e não quero te defender." Por isso estou aqui escrevendo que não tolero, nem de amigo nem de ninguém, essa violência. Racismo é crime”, escreveu.

Djamila Ribeiro

“Thelma Assis e Maju Coutinho são a síntese da mediocridade branca. Não vou reproduzir o vídeo, os comentários são ofensivos, mas vamos analisar a fala criminosa. Branco se refere à Thelma como "negra coitada", expressão comumente usada por racistas para, do alto dos seus privilégios, darem a entender que mulheres negras se fazem de vítimas para conseguir o que querem”, escreveu Djamila Ribeiro

Rita Batista

A jornalista baiana trabalhou com Rodrigo no ‘Muito Mais’, da Band, e manifestou sua indignação. “Fui acordada por causa das merdas que você falou, mais que merdas, do crime que você cometeu. Racismo é crime. Essa lógica invertida que você e muitos brancos por ignorância, por tradição ou perversidade insistem em defender está errada!”

Taís Araújo

A atriz comentou nas redes sociais de Iza. “Dureza... Mas estamos na batalha por um país onde, de fato, todos sejam tratados da mesma maneira e tenham as mesmas possibilidades. Esse é nosso Norte. Sigamos!”

Paula Lima

A cantora se posicionou nos Stories, do Instagram. “Racismo é crime! Quando você julga alguém pela cor e não aceita o sucesso, a ascensão, a capacitação e competência de um negro por ser negro, você é racista. Os racistas são todos ignorantes, sujos, pequenos e desprezíveis”.

Elza Soares

Luana Xavier

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.