Preta Gil diz que deseja ser mãe novamente: "Tenho cartas na manga"

Preta Gil sonha em aumentar a família. A artista de 46 anos, mãe do músico Francisco Gil, 25, quer ter mais filhos e revela que está tentando engravidar novamente. “Essa vontade nunca passa. Sou mãe nata, sou mãe de muita gente”, diz em entrevista.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

A cantora conta que já investiu em tratamentos para engravidar e que vai tentar todas as possibilidades para ter um filho biológico antes de pensar em adoção. “O relógio biológico, para mim, venceu há um tempo. Já tentei alguns recursos e ainda tenho outros pra usar, tenho cartas na manga. Mas é Deus quem define. Será quando Ele quiser e se Ele quiser”, explica em vídeo no canal de Thais Fersoza no YouTube.

Leia também

A filha de Giberto Gil é casada com o empresário Rodrigo Godoy, 31, desde 2015. “Quando todas essas possibilidades de ser mãe biológica se esgotarem, aí a gente pode pensar em adotar. Tenho muita vontade de adotar. O Rodrigo ainda está pensando, o que é natural porque ele é muito jovem. Mas não temos pressa. Pode vir do meu útero, mas pode vir de outro lugar também”, completa.

A artista é mãe, avó e tia "coruja" (Foto: Reprodução/Instagram @pretagil)
A artista é mãe, avó e tia "coruja" (Foto: Reprodução/Instagram @pretagil)

Preta também relembra a experiência da maternidade aos 21 anos. Francisco é fruto da relação da cantora com o ator Otávio Müller. Ela conta que a gravidez não foi planejada.

“Foi uma bênção, tenho como um grande presente de Deus. No primeiro momento, você se assusta. Estava saindo da adolescência, começando uma vida adulta... Não foi nada programado. A mulher que não quer ter filho, se cuida, faz as coisas certinhas, mas eu não fazia as coisas certinhas e acabei engravidando. Foi a melhor surpresa do mundo”, declara.

Ela também comemora a relação com a neta, a pequena Sol de Maria, de 4 anos. “Eu vivia cansada e quando a Sol nasceu foi uma injeção de energia e de vitalidade na minha vida. De amor e renovação também”, finaliza.

Confira o vídeo: