Preta Gil dispara: 'Me chamam de rolha de poço mas me acho linda'

Cantora fala no “Encontro” sobre críticas e preconceito (Reprodução/TV Globo)

Nesta quinta-feira (9), a cantora Preta Gil, 43, foi uma das convidadas do programa “Encontro”, da TV Globo. No matinal, a artista falou sobre o preconceito que enfrenta nas redes sociais por conta do seu corpo e da pele.

“Os comentários nas minhas redes sociais são uma loucura. Me chamam de gorda, rolha de poço, dizem que preciso emagrecer. A pessoa tem que ter muita coragem para entrar nas redes e ofender desse jeito. Não me ofendo mais, me acho linda e maravilhosa”, garantiu a famosa que já procurou a polícia por conta desses ataques racistas.

Leia mais:
Roberto Justus será avô pela primeira vez
Pabllo Vittar será destaque em desfile carioca de Carnaval

Ainda na telinha, Preta voltou no tempo e relembrou da morte do irmão Pedro, de 19 anos, em um acidente de carro. “No sofrimento, você não enxerga nada de positivo com aquela dor, que pode te paralisar. Meu irmão quando morreu eu tinha 15 anos e me deu uma energia para querer correr atrás de uma vida. Depois com 16 anos fui morar em São Paulo para trabalhar em uma agência de publicidade”, explicou.