Preso por pedofilia, José Dumont contrata escritório de advogado que defendeu Gloria Perez no caso Daniella

Reprodução, Gshow
Reprodução, Gshow

Preso por armazenar conteúdo de pornografia infantil e por suposto envolvimento com um menino de 12 anos, José Dumont contratou o escritório do advogado Arthur Lavigne. Ele é conhecido do grande público por ter atuado no caso Daniella Perez (1970-1992).

Gloria Perez contratou Arthur Lavigne para ajudar a promotoria na condenação de Guilherme de Pádua e Paula Thomaz pela morte de sua filha. Ficou provado que o casal armou o assassinato da atriz, que participava da novela "De Corpo e Alma".

A prisão do ator José Dumont

Arthur Lavigne não cuida diretamente do caso de José Dumont, e sim de um corpo de advogados que fazem parte do seu escritório. Segundo o "Notícias da TV", o ator já era cliente e resolvia outros assuntos jurídicos com a empresa. A defesa do artista e a Arthur Lavigne Advogados Associados têm optado por falar apenas nos autos do processo.

Recentemente, José Dumont teve o pedido de habeas corpus negado pela Justiça. Houve recurso, que será julgado na 3ª Câmara Criminal do Rio de Janeiro em breve. A defesa pede revogação da prisão provisória ou que o ator possa responder em liberdade mediante pagamento de fiança de R$ 40 mil.

José Dumont foi preso sob a suspeita de ter cometido estupro de vulnerável e pedofilia. Investigado por ter supostamente mantido um relacionamento com um adolescente, ao qual teria oferecido ajuda financeira, o ator foi demitido da Globo. Ele faria a novela "Todas as Flores", que estreia em outubro no...

Veja mais


Veja também

Caso José Dumont: defesa alega que ator se considera padrinho da criança da qual é acusado de abusar
Suspeito de pedofilia, José Dumont afirma que armazenava pornografia infantil para realizar um trabalho 'sem tabus ou filtros'
Ator José Dumont é preso por suspeita de pedofilia e estupro de vulnerável