Presidente das Filipinas manda matar quem desrespeitar medidas contra o coronavírus

Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, durante evento na cidade de Sochi, na Rússia

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, informou que deu ordens às autoridades para disparar contra as pessoas que desrespeitarem as medidas impostas de combate à propagação do novo coronavírus. Nesta quinta-feira, em um discurso transmitido através da TV, o líder do país do sudeste asiático reforçou a "seriedade" da pandemia da Covid-19, que já deixou 2.311 casos confirmados de infeção e 96 mortes no país até o momento.

- Está ficando cada vez pior. Por isso, eu aviso vocês para a seriedade do problema e vocês devem ouvir. As minhas ordens para a polícia e para os militares são que, se houver problemas e se houver uma ocasião em que tenham de ripostar e as suas vidas estejam em perigo, os matem a tiros. Entendido? Mortos em vez de a causar problemas. Vou enterrar vocês -  afirmou.

Leia também

A intervenção surgiu no seguimento dos confrontos registados nas ruas da capital, Manila, motivados pela alegada falta de apoios governamentais ao nível da alimentação, que resultaram em várias detenções.