Presidente da Fifa apela por cessar-fogo na Ucrânia durante a Copa do Mundo

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, pediu um cessar-fogo na Ucrânia durante a Copa do Mundo. credit:Bang Showbiz
O presidente da Fifa, Gianni Infantino, pediu um cessar-fogo na Ucrânia durante a Copa do Mundo. credit:Bang Showbiz

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, pediu um cessar-fogo na Ucrânia durante a Copa do Mundo.

O chefe do principal órgão do futebol mundial fez um apelo para que todos os lados usem o torneio - que começa no Catar no próximo domingo (20) - como um "gatilho positivo" para trabalhar pela resolução do conflito.

Dirigindo-se aos líderes em um almoço da cúpula do G20 em Bali, Infantino disse: "Meu apelo a todos vocês é pensar em um cessar-fogo temporário por um mês durante a Copa do Mundo, ou pelo menos na implementação de alguns corredores humanitários ou qualquer coisa que possa levar à retomada do diálogo como primeiro passo para a paz. Vocês são os líderes mundiais, vocês têm a capacidade de influenciar o curso da história. O futebol e a Copa do Mundo estão oferecendo a vocês e ao mundo uma plataforma única de união e paz em todo o mundo".

Infantino acredita que o apelo global do torneio pode servir como um incentivo para passos positivos na guerra em curso.

"O futebol é uma força do bem. Não somos ingênuos em acreditar que o futebol pode resolver os problemas do mundo. Sabemos que nosso foco principal como organização esportiva é e deve ser o esporte, mas porque o futebol une o mundo, essa Copa do Mundo da FIFA, com cinco bilhões de pessoas assistindo, pode ser um gatilho para um gesto positivo, para um sinal ou uma mensagem de esperança", completou ele.