A presença brasileira no Festival de Cannes

·1 minuto de leitura
O Palácio dos Festivais em Cannes recebe os preparativos finais para o evento

O Brasil não tem representante entre os longas-metragens na mostra oficial do Festival de Cannes em 2021, mas o diretor Kleber Mendonça Filho é um dos integrantes do júri que definirá a Palma de Ouro.

Além disso, curtas-metragens do país estão na mostra oficial e outras produções integram seções paralelas do evento

- Mostra oficial

Curtas-metragens:

- "Sideral", de Carlos Segundo

- "Céu de Agosto", de Jasmin Tenucci

Sessões especiais:

- "O Marinheiro das Montanhas", de Karim Ainouz, premiado há dois anos na mostra "Um Certo Olhar" de Cannes por "A Vida Invisível" e que desta vez viaja à Argélia para pesquisar as origens de seu pai.

- Quinzena dos Realizadores -

- "Medusa", de Anita Rocha da Silveira, um filme de terror que utiliza a mitologia grega para explicar a realidade do Brasil.

es/app/me/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos