Prefeito no Rio Grande do Sul toma posse de saia para cumprir aposta; assista

Redação Notícias
·1 minuto de leitura

Pedro Juarez da Silva (MDB) começou seu mandato como prefeito de Mampituba (RS) cumprindo uma promessa. Não uma das típicas de campanha, mas uma aposta que havia feito ainda antes do pleito. E, por isso, foi à sua posse de saia.

“Se eu me eleger com menos de 300 votos de vantagem, tomo a posse de saia”, afirmou ele, ainda em campanha, durante conversa com um açougueiro do supermercado Benatos e que foi testemunhada por uma série de eleitores.

Leia também

Eles conversavam sobre a coligação de quatro partidos que tentava impedir que Pedrão, como é conhecido, se tornasse prefeito da cidade pela terceira vez, depois de ter exercido o cargo entre 2009 e 2016.

“Se eu me eleger com menos de 300 votos de vantagem, tomo a posse de saia”, afirmou ele, ainda em campanha, durante conversa com um açougueiro do supermercado Benatos e que foi testemunhada por uma série de eleitores (Arquivo pessoal)
“Se eu me eleger com menos de 300 votos de vantagem, tomo a posse de saia”, afirmou ele, ainda em campanha, durante conversa com um açougueiro do supermercado Benatos e que foi testemunhada por uma série de eleitores (Arquivo pessoal)

O terceiro mandato veio, mas a margem foi mais apertada do que o confiante então candidato esperava. Ele venceu com 53,82% dos votos válidos na cidade, o que significa uma diferença de 203 a mais do que Egdar da Silva Cristóvão (PTB), conhecido como Degão.

“As da primeira-dama, infelizmente, não me serviram. Tive de pedir emprestado a uma amiga evangélica, que tinha um modelo mais longo e recatado”, afirmou o prefeito, que tem 1,98m de altura e pesa 142 quilos.

Mampituba é uma cidade pequena e movida pela economia da produção de frutas como banana, maracujá e pitáia. Pedrão, que não pretende guardar a vestimenta como recordação da posse inusitada, fez campanha prometendo parcerias para inserir a banana mampitubense nas merendas de municípios metropolitanos. Resta saber se essa será cumprida.