Prefeito de cidade no interior de SP renuncia ao cargo para atuar como médico durante crise do coronavírus


Prefeito de Valparaíso estava afastado do cargo desde o fim de 2019 (Foto: Getty Creative)

O prefeito da cidade de Valparaíso, no interior de São Paulo, renunciou ao cargo para exercer sua profissão original: médio. A ideia de Roni Ferrareze (PV) é ajudar durante a epidemia de coronavírus e pode atender pacientes do município.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Ainda não há casos da doença registrados no município, no entanto, em entrevista ao UOL, o prefeito explicou que a ideia de Ferrareze é se preparar para evitar que o número de infectados seja grande. Há cinco casos investigados.

Leia também

O pedido de renúncia foi feito à Câmara dos Vereadores e ainda precisa ser oficializado. No entanto, o prefeito já estava afastado do cargo desde o fim de 2019 e sem receber salários.

Em 2018, Ferrareze foi cassado depois de um ex-secretário municipal acusar o prefeito de ter pedido que ele participasse de um esquema para fraudas licitações. No fim do ano passado, ele foi reconduzido ao cargo pelo Tribunal de Justiça pelas provas serem inconclusivas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Ao UOL o político contou que no período de afastamento voltou a fazer especialização médica e dá plantões no pronto-socorro em uma cidade próxima. Na opinião de Ferrareze, não há mais clima político para ele.