Precisamos poupar Natália da culpa pela expulsão de Maria no "BBB22"

·5 min de leitura
Natália fica chocada com a expulsão de Maria no 'BBB22
Natália fica chocada com a expulsão de Maria no 'BBB22" (Reprodução Globoplay)

Enquanto Natália, Lucas, Jessi e Maria conversavam normalmente na cozinha do "BBB22", a produção chamou Maria para o confessionário e a sister foi imediatamente expulsa do "BBB22". A saída aconteceu após um episódio tenso durante o Jogo da Discórdia, na qual Maria se descontrolou na hora de jogar água em Natália e bateu o balde com violência na cabeça da colega.

Nas redes sociais, o público imediatamente pediu a expulsão da sister por agressão. De madrugada, Maria lamentou o episódio em conversa com Vyni, dizendo que tem rompantes de agressividade e impulsividade e que já havia sido desnecessariamente violenta ao colocar uma placa na testa de Arthur Aguiar no Jogo da Discórdia anterior.

Ao saber da expulsão de Maria, Natália se desesperou, caiu no choro e chegou a ter um ataque de tremores. Imediatamente, a sister foi consolada pelos colegas, mesmo aqueles que não têm relação afetiva com ela, caso de Laís, Bárbara e Gustavo. A saída de Maria levanta uma questão muito importante dentro do "BBB22": não podemos entrar na onda do "cancelamento" gratuito das redes sociais e culpar Natália pelo que aconteceu com a colega.

Mulher preta, marginalizada e já vítima de exclusão dentro da casa, Natália imediatamente entendeu o perigo de ser condenada pelo Brasil pela saída de Maria. A sister sabe que pessoas pretas e fora do padrão (Natália tem vitiligo) são demonizadas sem nenhuma culpa, e imediatamente temeu pela reação do público. "Pensa como agora a galera não vai ficar em relação a mim, o povo lá fora. O que vai acontecer comigo?", questionou Natália, tremendo. O medo da sister é um reflexo da marginalização e preconceito sofrido por ela de forma sistêmica a vida toda, e mostra como o Brasil racista e preconceituoso quer apenas um bode expiatório para mostrar suas sombras.

Logo após o episódio do balde entre Maria e Natália, a modelo foi alvo das críticas de vários brothers, e se isolou no quarto Lollipop para chorar e tentar lidar com a onda de rejeição. O único brother que a consolou foi Douglas, oferecendo um colo para que ela chorasse e reforçando que o preconceito que sentem na pele não é culpa de nenhum dos dois. O sofrimento de Natália, escancarado para o Brasil pelas câmeras do pay-per-view, não pode ser perpetuado agora que Maria está fora do reality.

Enquanto a sister chorava, todas as sisters se aproximaram para consolá-la, e Bárbara comentou que Natália jamais deve se sentir culpada. "Eu mesma ontem falei com a Maria, e ela disse que é difícil pra ela lidar com as coisas impulsivas que ela tem. E que são reflexos de coisas que já aconteceram na vida dela. E veio a tona todas as sombras dessa vez. Nunca se culpe", explicou. "Você já está no paredão, merece curtir. Respira e não precisa tremer, estamos aqui com você", assegurou Jessi.

Até o momento, os confinados do "BBB22" estão cumprindo o papel de ajudar Natália a se sentir acolhida e não pegar para si nenhuma culpa pelo ocorrido. É obrigação do público seguir o exemplo e tomar cuidado com a demonização de mulheres pretas em um reality com tantas camadas sociais e políticas.

Expulsão de Maria

Maria foi expulsa do "BBB 22" nesta terça-feira (15). A artista de 21 anos agrediu Natália com um balde durante o jogo da discórdia exibido ao vivo no programa de segunda (14). Pressionada pelo público, a direção do reality reavaliou a cena, acionou o departamento jurídico e comunicou a expulsão da sister nesta tarde.

Antes de decidir a expulsão, Tadeu Schmidt advertiu Maria ao vivo. "Atenção que a gente precisa resolver uma questão aqui agora. Maria, você foi muito descuidada no momento de jogar a água na Natália. Você acabou atingindo a Natália na cabeça. Natália, está tudo bem com você?", questionou o apresentador. "Tá tudo bem, mas eu senti um pouco de agressividade. Mas tá tudo ok", respondeu Nati.

A fala do apresentador não foi suficiente. O público se revoltou com a forma que Maria agiu com a colega de confinamento e cobrou sua expulsão nas redes sociais. Vale lembrar que na semana passada, Maria também foi agressiva com Arthur Aguiar durante o jogo da discórdia. Na ocasião, a artista colou a plaquinha de "jogo sujo" na testa do brother com muita força. Parte do público já interpretou como agressão.

Na madrugada desta terça-feira (15), Maria admitiu ter sido agressiva com Natália. Em um papo com Vinny, a artista afirmou ter consciência do que fez, mas reforçou que foi sem querer. "Ela me deixou com muito ódio, muito ódio, muito ódio. Eu não raciocinei na hora", disse. "É a segunda vez que sou agressiva com uma pessoa. O Arthur foi a mesma coisa, ele me 'emputeceu' e fiz assim na cara dele", continuou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos