Príncipe Harry volta ao Reino Unido para enterro do príncipe Philip

Gerhard Mey
·1 minuto de leitura
Príncipe Harry

Por Gerhard Mey

WINDSOR, Inglaterra (Reuters) - O príncipe Harry, cuja entrevista bombástica ao lado da esposa, Meghan, mergulhou a família real britânica em sua pior crise em décadas, voltou ao Reino Unido para o enterro do príncipe Philip, seu avô, que acontece no sábado.

Philip, que foi marido da rainha Elizabeth e esteve ao seu lado durante seu reino de 69 anos, morreu no Castelo de Windsor na sexta-feira.

Harry, seu neto, chegou a Londres vindo de Los Angeles em um voo da British Airways no domingo, noticiou o jornal The Sun. O Palácio de Buckingham disse que Meghan, que está grávida, não comparecerá a conselho de seu médico.

Sexto na linha de sucessão ao trono, Harry seguirá as diretrizes contra o coronavírus e ficará em quarentena para poder participar da cerimônia fúnebre em Windsor.

No sábado, o caixão coberto com o estandarte de Philip, uma coroa de flores, seu quepe naval e sua espada será levado à Entrada de Estado do Castelo de Windsor.

O príncipe Charles e outros membros da família real participarão de uma procissão a pé atrás do caixão, que será transportado por um veículo Land Rover modificado especialmente que Philip ajudou a projetar. A rainha de 94 anos não integrará a procissão.

O príncipe Andrew, um de seus filhos, disse no domingo que a monarca foi estoica diante da perda, que descreveu como "tendo deixado um vazio enorme em sua vida".

Ele se uniu aos irmãos Charles, Anne e Edward ao dizer que todos se fortaleceram com a demonstração nacional de afeto e que os quatro estarão próximos da mãe durante o luto.