Príncipe Harry 'usou cocaína, ketamina, maconha e haxixe' quando adolescente

Príncipe Harry credit:Bang Showbiz
Príncipe Harry credit:Bang Showbiz

O príncipe Harry teria dito a um usuário de drogas que consumiu cocaína, ketamina, maconha e haxixe nepalês quando adolescente.

Um ex-residente de uma clínica de reabilitação declarou ao jornal The Sun que o Duque de Sussex fez a confissão quando visitou o centro de tratamento aos 17 anos.

Paul Smith disse que ele e outros dependentes químicos ficaram surpresos quando Harry, 38, apareceu em Featherstone Lodge, no sudeste de Londres, com seu pai, Charles, em 2002, depois que o agora rei descobriu que seu filho fumava maconha e bebia regularmente.

Paul, 54, fez o relato à publicação britânica depois que Harry detalhou em seu livro 'Spare' [O que sobra], que era consumidor de álcool, cocaína e maconha quando adolescente: “Acho que Charles queria que ele ficasse sozinho e falasse com dependentes de verdade sobre o quão ruim as drogas eram. Ele nem tinha seus seguranças na sala no momento. Eu disse que meu nome era Paul e expliquei minha situação", contou ele. “Eu contei a ele que ele não queria acabar em um lugar como este. Ele falou sobre usar maconha, 'Temple Balls' e cocaína".

“Ele também falou sobre Ketamina. Eu fiquei tipo: 'Meu Deus' - eu disse a ele que ele precisava se controlar", continuou. “Mas quando todas as admissões sobre consumo de drogas saíram esta semana de seu livro, fiquei chocado. Não sei por que ele decidiu anunciar tudo agora. Ele disse que se sentiu muito mal depois de usar as drogas”.

Harry conta em sua autobiografia que chegou a pensar que uma lata de lixo havia falado com ele enquanto estava sob efeito de cogumelos alucinógenos, e confessou que teve uma conversa com uma raposa diretamente da janela de um banheiro enquanto fumava maconha na prestigiosa escola Eton, onde estudou.