Príncipe Harry presta homenagem à "vovó" rainha Elizabeth

Príncipe Harry e Meghan em Windsor

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters) - O príncipe britânico Harry prestou uma homenagem pessoal nesta segunda-feira à sua "vovó", a falecida rainha Elizabeth, dizendo como ele valorizou o tempo que passou com ela e como honrará seu pai como o novo rei.

Em um comunicado, Harry, que renunciou às funções reais com sua esposa Meghan em 2020, elogiou a performance da rainha como chefe de Estado e monarca, e também falou emocionalmente de seu papel como avó.

"Vovó, embora esta despedida final nos traga grande tristeza, sou eternamente grato por todos os nossos primeiros encontros, desde minhas primeiras lembranças de infância com você, até encontrá-la pela primeira vez como minha comandante em chefe, até o primeiro momento que você conheceu minha querida esposa e abraçou seus amados bisnetos", disse ele.

Ele elogiou sua "graça e dignidade inabaláveis" e seu compromisso com o dever, dizendo que ela era admirada e respeitada globalmente.

Depois que ele e Meghan deixaram suas funções reais oficiais, eles se afastaram da família, incluindo de seu pai, agora rei Charles, e fizeram críticas contundentes ao Palácio de Buckingham e à forma como foram tratados.

Desde que se tornou rei após a morte da rainha aos 96 anos na quinta-feira passada, Charles expressou seu amor pelo casal.

Harry e Meghan estavam no Reino Unido quando a rainha morreu por coincidência, pois visitavam o país para participar de vários eventos de caridade, uma viagem rara desde que se mudaram para a Califórnia, onde moram com seus dois filhos pequenos.

No sábado, Harry e Meghan apareceram junto do irmão mais velho do príncipe, William, para uma caminhada perto do Castelo de Windsor, em uma demonstração de união que sugere que a morte de sua avó pode levar a uma reaproximação.

Uma fonte da realeza descreveu isso como uma importante demonstração de unidade em um momento incrivelmente difícil para a família.

(Reportagem de Muvija M e Michael Holden)