Príncipe Archie faz primeira aparição em compromisso oficial de Harry e Meghan Markle

Camila Tuchlinski


No primeiro tour pelo continente africano após o nascimento do filho, o príncipe Harry e Meghan Markle visitaram o arcebispo Desmond Tutu, ícone da luta contra o apartheid, na África do Sul, nesta quarta-feira, 25. E quem roubou a cena foi o pequeno Archie.
Antes, o casal de Sussex preferiu começar a viagem em uma favela conhecida como a ‘capital do assassinato’ do país. Nyanga, situada a cerca de 20 quilômetros da Cidade do Cabo, registrou 289 assassinatos no período 2018/19, mais do que qualquer outra delegacia.

Nesta quarta-feira, na primeira aparição pública em um evento oficial, Archie recebeu a bênção de Desmond Tutu. “Obrigada a você, arcebispo Tutu, por sua incrível hospitalidade. Archie amou encontrar com você!”, diz a legenda da foto no Instagram em que o religioso beija a testa do pequeno herdeiro real.

Por estar longe na linha de sucessão ao trono, mais especificamente na sétima posição, Archie tem o título de Conde de Dumbarton. Porém, o público o chama carinhosamente de 'príncipe'.


Harry, Meghan e Archie estiveram na ‘The Tutu & Leah Legacy Foudation’ para conhecer mais o trabalho do arcebispo.

“Nesta manhã, o duque e a duquesa tiveram a honra de apresentar seu filho Archie ao arcebispo Desmond Tutu e a filha dele Thandeka. O arcebispo, figura respeitada globalmente no movimento anti-apartheid, é um dos grandes defensores da igualdade no mundo e passou a vida incansavelmente lutando contra a injustiça”, escreveu o perfil da família real.


Na série de fotos publicadas pela família real, é possível ver, pela primeira vez, Archie em um ambiente de descontração, embora a visita seja considerada um compromisso oficial. A semelhança do pequeno com o pai também chamou atenção.


Acervo Estadão/UPI/ REUTERS/Toby Melville/Pool

\Com informações da agência Reuters.