Prêmio Oceanos tem Ana Martins Marques e Tatiana Salem Levy entre finalistas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Prêmio Oceanos, que celebra literatura em língua portuguesa feita ao redor do mundo, divulgou nesta terça-feira (8) a lista com seus dez livros finalistas de 2022, destacando quatro obras brasileiras, três portuguesas e três moçambicanas.

Daqui foram selecionados os romances "O Som do Rugido da Onça", de Micheliny Verunschk, e "Vista Chinesa", de Tatiana Salem Levy, o livro de contos "Quem Tá Vivo Levanta a Mão", de Maria Fernanda Maglio, e os poemas de "Risque Esta Palavra", de Ana Martins Marques.

Entre os nomes estrangeiros estão figurinhas carimbadas em premiações, como as portuguesas Djaimilia Pereira de Almeida e Alexandra Lucas Coelho e o moçambicano João Paulo Borges Coelho. No ano passado, pela primeira vez um timorense, Luís Cardoso, foi o grande vencedor.

Os vencedores serão conhecidos no dia 9 de dezembro. O prêmio lugar leva R$ 120 mil, o segundo, R$ 80 mil e o terceiro, R$ 50 mil. No Brasil, o prêmio é organizado pelo Itaú Cultural.

Veja a seguir a lista completa de finalistas.

Líbano, labirinto, de Alexandra Lucas Coelho - Editorial Caminho - Crônica portuguesa

Maremoto, de Djaimilia Pereira de Almeida | Relógio D'Água - Romance português

Museu da Revolução, de João Paulo Borges Coelho | Editorial Caminho e Kapulana - Romance moçambicano

O livro do homem líquido, de Pedro Pereira Lopes | Gala-Gala Edições - Conto moçambicano

O som do rugido da onça, de Micheliny Verunschk | Companhia das Letras - Romance brasileiro

Quarentena - Uma história de amor, de José Gardeazabal | Companhia das Letras Portugal | Romance português

Quem tá vivo levanta a mão, de Maria Fernanda Elias Maglio | Patuá - Conto brasileiro

Risque esta palavra, de Ana Martins Marques | Companhia das Letras - Poesia brasileira

Tornado, de Teresa Noronha | Exclamação - Romance moçambicano

Vista Chinesa, de Tatiana Salem Levy | Todavia e Elsinore - Romance brasileiro