Power Couple chega na reta final com boa audiência e brigas

·5 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A 5ª edição do reality show Power Couple Brasil, da Record, comandado por Adriane Galisteu, completou dois meses nesta sexta-feira (9) e entrou na reta final da competição. Durante o mês de junho, o programa alcançou a vice-liderança com 6,8 pontos de média de audiência e picos de 10,5, em São Paulo e no Rio de Janeiro, segundo o Kantar Ibope.

O casal Li Martins e JP Mantovani conquistou nesta semana o posto de Casal Power, garantindo a imunidade na votação e a vantagem que permite mudar o rumo do jogo. Mas a apresentadora Adriane Galisteu revelou que essa foi a última prova com imunidade e o Casal Power poderá ser votado pela casa.

Com a mudança, os cinco casais que sobraram na mansão terão que votar entre si, inclusive nos aliados, o que pode gerar discórdia no reality. Muitas das brigas entre os casais foram geradas devido a votos recebidos, distribuição de quartos sem banheiro pelo Casal Power e nos Jogos da Discórdia quando tinham que criticar adversários.

Os influenciadores digitais Mari Matarazzo e Matheus Yurley vivem em pé de guerra no programa com Deborah Albuquerque e Bruno Salomão, que se autointitulam casal Fênix. Em uma dinâmica no jogo, Matheus acusou o casal de trapacear em uma prova. Bruno disse que ele não sabe nem falar e o influenciador se revoltou. A dinâmica terminou com a discussão entre os casais e a briga precisou ser apartada pelo restante do elenco.

A cantora de forró Márcia Fellipe e o marido Rod Bala estiveram no centro das discussões durante sua estada na casa. Na primeira DR do programa, a cantora não gostou de ter sido mandada para a berlinda pelo casal Mirella e Dynho Alves nem de dormir durante duas semanas em uma barraca do lado de fora da casa. Irritada, ela chegou a dizer que só tinha cobras na casa.

Outro desafeto de Márcia e Rod, foi o casal Fênix. Favoritos no jogo, os dois casais protagonizaram várias brigas que acabaram em ofensas. Márcia chamou Déborah de pavão, que a acusou de agressão durante os intervalos. A direção do programa avaliou os vídeos e afirmou que ela não levou uma unhada de Márcia.

Em um dos Jogos da Discórdia, a cantora também foi chamada de porca pelo casal Fênix, que disse que eles deixaram o quarto sujo. Mas o que deixou o casal irritado foi a provocação feita por Márcia de deixar duas bananas embaixo dos travesseiros da Suíte Power. Aliados de Márcia e Rod riram da situação, o que deixou Deborah irritada.

A cantora também trocou ofensas Li Martins, que permanece o jogo com o marido JP Mantovani, que a chamou de "mal educada e bunda mole". "Falsa, fingida. Bunda mole é tu. Literalmente, dos pés à cabeça", falou Márcia. Depois da briga, a cantora de forró foi tirar satisfação do Li Martins no camarim durante uma das provas das mulheres.

As várias brigas no reality vem gerando engajamento nas redes sociais e o programa tem liderado os trending tops do Twitter, com fãs defendendo os envolvidos nos barracos. Muitos internautas fizeram posts dizendo que gostam de brigas, baixarias e tretas. Márcia foi muitas vezes defendida pelos internautas.

O casal Márcia Fellipe e Rod Bala diz que não se arrepende da participação no reality, mesmo admitindo que a cantora passou "muita raiva". Favoritos a chegar na final, eles acreditam que foram eliminados porque outros casais "pagaram robôs para votar" e contrataram equipes de marketing digital para fazer postagens nas redes sociais.

Márcia conta que não ficou na Mansão Power por menos de 0,5% dos votos. No reality, o público tem que votar para os casais ficarem na casa. "Eu não sabia desses truques e que tinha esse jeito de votar [com robô]. Se eu soubesse, eu tinha me programado toda. Eu não entendia porque o pessoal ia para a DR e ficava todo se tremendo, cada DR era um investimento", diz gargalhando.

AMIZADES ANTES DO JOGO

Fora da casa, a cantora falou que começou a entender porque os outros casais quase não falavam e tomavam cuidado para se expressar no tom de voz. "Meu Deus do céu, eu ainda sou muito raiz, cheguei no programa pensando que todo mundo ia fazer amizade primeiro e depois jogar".

Hoje, Márcia entende que os adversários enxergavam ela e o marido como um casal muito forte. Fã de realities, ela diz que pressão dentro da casa é grande, não pode falar, pensar e é muito diferente de assistir. "Eu falava para o Rod não falar nada, deixar eu falar. Dois cancelados lá em casa não dá, um tem que trabalhar para pagar os boletos", diz rindo.

Sobre as brigas, a cantora fala que não dá para ser atacada o tempo inteiro e permanecer plena sem perder a paciência. Segundo ela, se soubesse que o pessoal estava gostando das tretas tinha brigado mais. "Eu sou um ser humano normal com seus acertos e suas falhas. Ainda bem que as pessoas que olham para você sabem separar o lado ser humano e artista".

Para a cantora, Deborah e Bruno foram os que levaram vantagem nas brigas. Márcia falou que se eles ganharem o programa vão ter que dividir o prêmio com ela. "Eles estão conseguindo permanecer pela artimanha de jogo [com equipe do lado de fora] e pela competência de conseguir fazer as provas".



Confira os 5 casais que continuam na competição

Deborah Albuquerque e Bruno Salomão

A apresentadora e atriz de 36 anos nasceu e mora em São Paulo (SP), já o médico de 45 anos nasceu em Porto (Portugal) e agora vive em São Paulo.

Li Martins e JP Mantovani

Li, 36, atriz e cantora, nasceu em Sertanópolis (PR) e hoje mora em São Paulo, junto do apresentador e influenciador de 41 anos, que nasceu em São Paulo (SP).

Matheus Yurley e Mari Matarazzo

O influenciador e empresário de 22 anos, nasceu em Jacareí (SP) e agora mora com Mari, 22, influenciadora de Belo Horizonte (MG), em Cotia (SP).

Thiago Bertoldo e Geórgia Fröhlich

O cantor de 31 anos, da dupla com Thaeme, nasceu em Ijuí (RS) e mora em São Paulo com a atriz de 23 anos, que nasceu em São Borja (RS).

Renata Domínguez e Leandro Gléria

A atriz e apresentadora de 40 anos nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e mora junto do formado em Relações Públicas de 32 anos, em São Paulo (SP).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos