Portal da covid-19 volta ao ar, mas sem total de casos e mortes e sem planilha com dados detalhados

André de Souza
Portal da Covid-19 volta ao ar - Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde voltou a colocar no ar o portal com dados sobre a covid-19, mas sem informar o total de casos e mortes. Somente os números do que foi confirmado nas últimas 24 horas estão disponíveis. A planilha com casos e mortes confirmadas a cada dia desde o começo da epidemia também desapareceu. Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Saúde na sexta-feira, e somados ao que tinha sido informado no dia anterior, o Brasil já teve 645.771 casos da doença, que já matou 35.026 pessoas.

Antes de sair do ar, na noite de sexta-feira, a plataforma continha dados detalhados e também informava o total de casos e mortes ocorridas desde o começo da epidemia. A planilha, que não está mais disponível, tinha quatro colunas — "casos novos", "casos acumulados", "óbitos novos" e "óbitos acumulados" — para cada estado e cada dia desde o começo da epidemia.

Leia também

Na sexta-feira, a pasta modificou a forma de divulgar os dados e deixou de informar o total de casos e óbitos do país e de cada estado. Somente os casos e mortes confirmadas nas últimas 24 horas passaram a ser informados. Além disso, tirou o portal do ar. No lugar, apareceu uma mensagem que dizendo que a plataforma estava em manutenção.

Na quarta-feira, já havia ocorrido outra mudança. Por determinação do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde passou a divulgar os dados por volta das 22h. Antes, isso ocorria em torno das 19h. Na sexta-feira, ao ser questionado sobre o motivo de adiar o horário de divulgação dos dados, o próprio Bolsonaro disse:

— Acabou matéria do Jornal Nacional.

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro disse neste sábado que a divulgação dos dados das 24 horas anteriores "permite acompanhar a realidade do país neste momento e definir estratégias adequadas para o atendimento a população". Segundo ele, "ao acumular dados, além de não indicar que a maior parcela já não está com a doença, não retratam o momento do país". Disse ainda que o Ministério da Saúde, ao divulgar as informações às 22h, evita subnotificações e inconsistências.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O GLOBO pediu explicações ao Ministério da Saúde sobre a não divulgação da planilha com dados detalhados de cada dia desde o começo da pandemia. Até o momento, não houve retorno.

As mudanças na forma de divulgar os dados fizeram parlamentares oposição a apresentarem requerimentos de convocação do ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, para dar explicações no Senado e na Câmara. Os pedidos foram feitos pelo líder do PSB na Câmara, o deputado Alessando Molon (RJ), e pela líder do Cidadania no Senado, a senadora Eliziane Gama (MA). Eles reclamam de falta de transparência. Molon anunciou ainda uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) e uma representação no Tribunal de Contas da União (TCU).

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário