Por que um instrutor acha que os burpees são ruins para você?

Crédito da foto: Getty Images

Frequentemente usado em sessões de HIIT, o “agachamento com salto” é, certamente, um exercício de alta intensidade – especialmente depois de se fazer 20 repetições.

Mas aqui estão as novidades que todos esperavam: esses burpees podem não ser tão bons assim, afinal. O instrutor certificado Michael Boyle escreveu sobre seu desagrado em relação ao burpee na Women’s Health US, explicando por que os considera “uma idiotice”.

“No burpee, você força seu pulso a se estender e depois exerce uma enorme quantidade de estresse no ombro anterior, que é a parte mais fraca do ombro”, escreve Boyle. “Nada disso é bom, em nenhum sentido, e claramente não é bom em altas repetições”.

“Se alguém me mandasse fazer isso 100 vezes e chamasse de exercício, eu ficaria preocupado”, acrescenta o especialista.

Crédito da foto: Getty Images

O instrutor prossegue, explicando que nunca concordou com a linha de raciocínio de que “se um exercício é tão difícil que chega a ser penoso e o deixa incapaz de respirar, ele faz bem para você”. Na verdade, aconselha Boyle, existem exercícios que trabalham o corpo inteiro e são muito mais eficientes, sem deixar você tão suscetível a lesões.

“Se estiver fazendo [burpees] porque deseja o desafio pliométrico da parte inferior do corpo quando salta de volta no fim, então faça exercícios pliométricos como agachamento com saltos”, aconselha ele. “Se estiver fazendo isso pelo desafio da parte superior do corpo, apenas faça flexões! Se estiver fazendo isso pelo desafio cardiovascular, há um milhão de protocolos de treino intervalado que um instrutor pode lhe passar, e que deixarão você igualmente cansado.”

Catriona Harvey-Jenner

Harper’s Bazaar