Por que Johnny Depp venceu batalha judicial contra Amber Heard? Entenda

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*Arquivo* Rio de Janeiro, RJ, 24.09.2015 - Johnny Depp com sua banda Hollyhood Vampires no Rock in Rio. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress)
*Arquivo* Rio de Janeiro, RJ, 24.09.2015 - Johnny Depp com sua banda Hollyhood Vampires no Rock in Rio. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress)

O imbróglio judicial envolvendo o ex-casal de atores de Hollywood Johnny Depp e Amber Heard terminou nesta quarta (1º) com uma sentença favorável a Depp. O ator deve receber US$ 15 milhões —ou cerca de 71 milhões de reais— da ex-mulher, que quer recorrer da determinação da Justiça.

A atriz também deve receber US$ 2 milhões —cerca de R$ 9,6 milhões— em decorrência de alegações feitas pelos advogados de Depp.

Sua advogada Elaine Bredehoft veio a público nesta quinta-feira para afirmar que, além de recorrer do resultado do julgamento, Heard não tem dinheiro suficiente para pagar a indenização.

O processo, que ocorreu ao longo de mais de seis semanas, extrapolou o tribunal do condado de Fairfax, no estado americano da Virgínia, para ganhar as redes sociais, se tornando um dos assuntos mais comentados dos últimos meses.

Motivado pelo processo movido por Depp após Heard ter publicado um artigo de opinião acusando o ex-marido de violência doméstica, o julgamento teve, em suas mais de cem horas de testemunhos, acusações mútuas de abuso de drogas e violência, e até uma acusação escatológica —segundo a qual Heard teria defecado na cama de Depp após uma briga do casal—, passando por episódios de estupro com garrafa, inspeção procurando cocaína na vagina, uivos pela janela do carro e enforcamento na lua de mel.

Saiba quais são os fatores que podem explicar a vitória de Depp na luta judicial contra sua ex-mulher.

JULGAMENTO TELEVISIONADO

No início das seções no tribunal, Johnny Depp pediu que o julgamento fosse exibido online e ao vivo, o que foi concedido pela Justiça. Não por acaso, o ator se destacou por sua postura diante do júri. Depp exibiu seu carisma, sendo que por vezes demonstrava até mesmo se divertir, como nas ocasiões em que a advogada de Amber Heard se referiu ao "megacopo de cerveja" do ator ou ao "primeiro uísque às nove da manhã".

REDES SOCIAIS

Em decorrência da intensa exposição do julgamento, a opinião pública transformou o caso em uma batalha de fãs, na qual a torcida de Depp se sobressaiu. Com memes no TikTok, postagens no Twitter e aglomerações na porta do tribunal, apoiadores do ator trabalharam para massacrar a imagem de Heard.

Montagens feitas pelos fãs de Depp que circularam nas redes sociais mostravam a dificuldade de Heard em diferenciar uma cama de vaso sanitário. Ainda se referindo ao episódio escatológico, um dos memes exibia Depp como Willy Wonka, enquanto cabia a Heard o papel de "fábrica de chocolate". Por fim, mas de maneira alguma encerrando o assunto, uma foto da advogada de Depp leva os dizeres: Camille Vasquez, a única coisa de que Heard tem menos medo do que um toillete.

Embora o júri não possa considerar esse tipo de material para decidir um caso, a equipe jurídica de Heard afirma que a interferência das redes foi decisiva para a sentença. "Eles iam para casa todas as noites. Eles têm famílias. As famílias estão nas redes sociais", declarou Elaine Bredehoft em referência aos jurados do caso. "Tivemos uma pausa de dez dias no meio por causa de uma conferência judicial. Não há como eles não terem sido influenciados por isso, e foi horrível. Realmente, realmente foi desequilibrado."

DESCONSIDERAÇÃO DO CASO DE DEPP CONTRA O JORNAL THE SUN

Segundo Bredehoft, advogada de defesa de Heard, o júri não considerou as provas coletadas no processo que Depp moveu em 2018 contra o jornal The Sun, que havia publicado um artigo no qual se referia a Depp como "espancador de esposas". Na sentença deste processo, que terminou em 2020, o júri considerou que havia provas suficientes contra o ator.

Em entrevista ao programa Today, do canal de TV americano NBC, ela afirmou que os advogados de Depp passaram a demonizar Heard e suprimir provas de violência doméstica coletadas no processo do tabloide britânico. "Tínhamos uma enorme quantidade de evidências que foram suprimidas neste caso que estava no caso do Reino Unido."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos