Por que Douglas Silva merece ganhar o "BBB 22"?

·2 min de leitura
Douglas Silva está na final do
Douglas Silva está na final do "BBB 22" (Foto: Divulgação)

Douglas Silva está na final do "BBB 22" com Arthur Aguiar e Paulo André. Embora as enquetes mostrem que a disputa está entre Arthur e PA, o intérprete de Acerola abrilhantou a temporada do reality show com seu carisma e fez por merecer a vaga na final. Sim, é isso mesmo, DG tem motivos de sobra para contar com o empenho da sua torcida!

Com uma trajetória marcada pela dificuldade de conciliar o jogo com as relações, Douglas se mostrou uma pessoa admirável, sensível, um amigo para todas as horas. Logo no início do programa, ele formou uma parceria com Pedro Scooby e Paulo André. Os três ficaram fechados até o fim e não deixaram nada atrapalhar a amizade.

Nem todo mundo assiste ao reality show pensando só em estratégia. Os brasileiros andam desacreditados, buscando motivos para sorrir, e encontraram esse "respiro" com Douglas Silva no "BBB". Se for para falar de jogo, DG também entregou uma narrativa. Quem acompanha o programa com assiduidade notou sua evolução. No início, o ator evitava comentários sobre votos. Depois, ele entendeu que fazia parte da dinâmica e passou a defender seu grupo com unhas e dentes. Foi um processo interessante e bonito de acompanhar. DG, apesar de tudo, sempre questionou: até onde vai o jogo?

Sensível e acolhedor, o brother encarou alguns dilemas e até tentou ser frio, mas não deixou a estratégia consumir sua participação no programa. Antes de qualquer movimentação de jogo, ele lutou pelo que acreditava e isso deve ser reconhecido pelo público. Em determinado momento, por exemplo, DG propôs uma união com as comadres, mas foi mal interpretado. Linn da Quebrada falou sobre machismo, enxergou a aproximação como interesse e não embarcou na jogada dele. Mesmo sendo alvo de Lina e correndo risco de ir ao paredão, o ator se uniu com os amigos para que ela ganhasse a prova do líder de resistência. Tudo isso prova o grande ser humano que ele é.

Embora se mostrasse aberto para conversar, Douglas sempre foi um "voto fácil" para a casa. A diferença para outros participantes é que ele nunca usou a "perseguição" para se vitimizar. Tadeu Schmidt chegou a lembrar em um dos seus discursos que o ator foi quem mais marcou presença em paredões pelos votos da casa. Vale lembrar que o intérprete de Acerola ainda foi alvo de comentários racistas dentro e fora do programa. Premiar um homem preto retinto, sensível, que nos deu alegria, foi perseguido e deveria ser muito mais reconhecido pelo seu trabalho aqui fora, é quase um dever para quem tem empatia, consciência e sonha com um mundo melhor.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos