Por que a corrida parece ter virado o esporte da vez (e pode te salvar)

·3 minuto de leitura
Por que tem tanta gente correndo? (Foto: Getty Images)
Por que tem tanta gente correndo? (Foto: Getty Images)

Você tem a sensação de que todo mundo está praticando corrida? Nos parques, nas ruas, na praia, homens e mulheres correndo – das mais variadas idades – fazem parte da paisagem. Quer experimentar a atividade, mas tem dúvidas se ela é para você? Pois saiba que correr é democrático.

“Não é de hoje que a corrida é popular e tradicional. Corro há 40 anos. Já participei de cinco maratonas. É um esporte que todo mundo pode praticar. Só precisa de um par de tênis, camiseta e short”, afirma o ortopedista Dan Oizerovici, médico do corpo clínico do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e membro da Academia Americana de Ortopedia (AAOS).

Leia também:

Mesmo dizendo que a corrida é para todos, Oizerovici afirma que o primeiro passo para começar a praticá-la – assim como qualquer atividade física, na opinião dele – é fazer um check-up geral. Na avaliação, a pessoa se submeterá a exames de sangue para verificar alguma alteração metabólica – como diabetes –, teste de ergonometria na esteira e de capacidade aeróbica, entre outros.

Com o aval do médico e a orientação de um educador físico, mesmo quem tem alguma cardiopatia pode correr. “Entre andar e correr, existe uma gama de velocidades. Você pode escolher a sua”, comenta o médico.

Ainda para reforçar que a corrida é democrática, Oizerovic fala que ela pode ser praticada tanto na adolescência quanto na terceira idade. “Outro dia, um senhor de 96 anos terminou uma maratona.”

Se você já se convenceu de que correr é para você, saiba que a lista de benefícios da prática é significativa.

  • Alivia o estresse

A corrida deixa o corredor mais feliz graças à liberação dos hormônios endorfina e dopamina, conhecidos como os hormônios da felicidade.

  • Ajuda a perder ou manter o peso

E não é necessário correr em velocidades muito elevadas para obter esse benefício. Basta ser um pouco mais rápido do que seu ritmo fácil e um pouco mais lento do que o ritmo de uma maratona.

  • Fortalece joelhos, juntas e ossos

Correr aumenta a massa óssea e até ajuda a prevenir a perda óssea relacionada com o envelhecimento. Quanto ao joelho, ao contrário do que se pensava, estudos em que corredores foram acompanhados ao longo do tempo mostraram que o risco de desenvolver osteoartrite não era maior do que em não corredores com a mesma idade.

  • Reduz o risco de câncer

Uma vasta revisão de 170 estudos epidemiológicos na “Journal Nutrition” mostrou que correr regularmente está associado a um menor risco de certos tipos de cânceres. Além disso, se você já tem câncer, correr (com a aprovação de seu médico) pode melhorar sua qualidade de vida enquanto você faz quimioterapia.

Para colher os benefícios da corrida, o ortopedista recomenda conciliar a prática com a da musculação. “Assim você fortalece o core abdominal – a musculatura que sustenta a coluna – e evita dores”, explica o especialista.

Por fim, antes de calçar o tênis e ganhar velocidade, Oizerovici aconselha a procurar um técnico para orientações. Não faltam hoje em dia grupos de corredores que se encontram em locais como parques e compartilham um treinador.

Segundo o médico, o ideal é praticar três vezes por semana para se beneficiar do esporte. Quem se empolgar e quiser correr mais vezes deve se lembrar de ter, pelo menos, um dia de descanso. “Correr todos os dias pode levar a lesões.” No pacote do corredor saudável também estão se alimentar adequadamente e dormir bem. “Dormiu mal na noite anterior, melhor não correr”, completa ele.

Mesmo a corrida sendo tudo de bom, vale começar pegando leve. Antes e depois da atividade, Oizerovici recomenda exercícios de alongamento. Outro conselho é sobre aumentar a velocidade gradativamente. “Quando você faz isso muito rapidamente, acontecem as lesões porque seu organismo não está preparado”, finaliza o ortopedista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos