Por carreira, atriz de 'The Handmaid's Tale' pensou em fingir ser heterossexual

·2 minuto de leitura
Moira (Samira Wiley) e Emily (Alexis Bledel) são duas personagens lésbicas na série que imagina um futuro distópico na qual as mulheres são vítimas de repressão. Neste contexto, a homossexualidade é visto como um pecado que pode levar até mesmo à morte, o que torna a série ainda mais contundente. (Imagem: divulgação Hulu)
Samira Wiley como Wiley em cena de "Handmaid's Tale" (Imagem: divulgação Hulu)

Resumo da notícia:

  • Samira Wiley, a Moira de 'The Handmaid's Tale', pensou em fingir ser heterossexual por causa da sua carreira

  • Em entrevista recente, a atriz falou sobre o processo de se assumir como lésbica

  • "Não é como se eu simplesmente tivesse acordado um dia e tivesse descoberto isso", analisou

Samira Wiley, a Moira de "The Handmaid's Tale", pensou em fingir ser heterossexual por medo que a sua orientação sexual prejudicasse a sua carreira em Hollywood. Em entrevista ao 'Make It Reign With Josh Smith', a atriz de 34 anos revelou que chegou a pensar em pedir para um amigo fingir que era o seu namorado.

"Eu pensava que eu não chegaria lá se eu fosse assumida e aberta sobre quem eu era", disse a estrela. "Daí eu realmente refleti sobre qual deveria ser minha estratégia em termos de 'como esconder quem eu realmente sou para que eu possa ser aceita e, então, se eu for aceita, talvez eu consiga oportunidades de emprego que eu não teria se eu fosse simplesmente eu! E isso era negar quem eu era como pessoa", apontou.

Leia também:

A atriz, vencedora do Emmy de Melhor Atriz Convidada numa Série de Drama em 2018, no entanto, foi aconselhada a não colocar o plano em frente. "Mas isso não necessariamente [aconteceu] por eu ter ouvido todos ao meu redor. Eu tinha um melhor amigo, e ele também se tornaria ator e também é gay, então [as pessoas] ficavam tipo: 'Bem, talvez vocês possam agir como se fossem um casal. Vocês podem andar no tapete vermelho juntos. Então nenhum de vocês tem que se assumir e tudo ficará bem'", lembrou.

LOS ANGELES, CALIFORNIA - JANUARY 19:  (L-R) Lauren Morelli and Samira Wiley attends the 26th Annual Screen Actors Guild Awards at The Shrine Auditorium on January 19, 2020 in Los Angeles, California. (Photo by Jeff Kravitz/FilmMagic)
Lauren Morelli e Samira Wiley posam para os fotógrafos no Prêmio do Sindicato dos Atores, em 2020 (Photo by Jeff Kravitz/FilmMagic)

"Sério, eu fiquei tipo: 'Ah, sim, talvez poderíamos fazer isso'", completou a atriz, com bom humor. Hoje, ela é casada com Lauren Morelli, roteirista de "Orange Is the New Black". As duas têm uma filha recém-nascida, George Elizabeth. Feliz consigo mesma, Wiley, no entanto, salienta que não foi um processo fácil sair do armário.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Não é como se eu simplesmente tivesse acordado um dia e tivesse descoberto isso. Realmente é peça por peça; postar uma pequena foto que me mostrava sendo gay e alguém percebendo isso e respondendo bem a isso. Então eu respondi bem a isso e comecei a pensar: 'Ei, estou aqui. Sou a Samira gay. Oi!'", finalizou a estrela da série do Hulu.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos