Políticos reagem a apoio de Bolsonaro à manifestação anti-Congresso

Presidente compartilhou vídeo em apoio a manifestações anti-Congresso (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Bolsonaro é acusado de atentar contra a democracia

  • Hashtags a favor e contra o presidente estão entre os assuntos mais comentados do dia

O apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) às manifestações anti-Congresso marcadas para o próximo dia 15 causou ainda mais divisões nas redes sociais na manhã desta quarta-feira (26). De um lado, as pessoas que veem o posicionamento do chefe do Executivo como um crime e uma ameaça à democracia. Do outro, estão os apoiadores do governo que dizem não ver nada demais nos vídeos disparados pelo WhatsApp do presidente. Confira o que disseram alguns parlamentares e políticos sobre a mensagem enviada por Jair Bolsonaro:

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Os que criticam a atitude do presidente argumentam que o incentivo à manifestação contra o Congresso é um crime, já que a Constituição Federal de 1988 proíbe qualquer atentado por parte do chefe do Executivo contra o livre exercício do Legislativo:

Leia também

Representantes da oposição também defendem que, ao chamar seus seguidores para as manifestações do dia 15, Bolsonaro atenta contra a própria democracia brasileira:

Por outro lado, há quem defenda as mensagens enviadas por Bolsonaro e critique os repórteres responsáveis por divulgá-las. A jornalista Vera Magalhães, que recebeu o vídeo disparado pelo presidente, postou um comentário feito pela deputada Alê Silva (PSL-MG) e depois apagado pela parlamentar:

A mesma deputada também postou o vídeo em seu perfil no Twitter, argumentando que não há nada de errado nas imagens:

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) também saiu em defesa do presidente, anunciando que estará presente nas manifestações:

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente, compartilhou uma postagem em que o pai afirma que o vídeo divulgado era de “cunho pessoal”:

Nos assuntos mais comentados no Twitter Brasil, estão as hashtags #EuApoioBolsonaro, #ImpeachmentDeBolsonaro e #Dia15BrasilNasRuas – por volta das 11h30 de quarta-feira, a primeira ocupava o topo da lista.