Polícia Civil encontra carro do motorista que atropelou e matou ciclista

·1 minuto de leitura
Marina Harkot foi atropelada no último domingo, 8. Motorista fugiu sem prestar socorro (Foto: Reprodução/ YouTube)
Marina Harkot foi atropelada no último domingo, 8. Motorista fugiu sem prestar socorro (Foto: Reprodução/ YouTube)

A Polícia Civil encontrou o carro do motorista que atropelou e matou Marina Kohler Harkot, cicloativista, no último domingo, 8. O atropelamento aconteceu na avenida Paulo VI, na Zona Oeste de São Paulo e, após o ocorrido, o responsável fugiu sem prestar socorro.

Segundo informações do portal G1, o veículo foi levado para a delegacia na madrugada de terça-feira, 10. O homem que consta como dono no veículo afirmou ter vendido o carro em 2017, informação confirmada pela polícia.

O carro tem placa de Confidentes, cidade em Minas Gerais. O atual dono do veículo é do mesmo município. A polícia espera que o responsável se apresente nesta semana, no entanto, a lei eleitoral impede que eleitores sejam presos a partir de cinco dias antes das eleições, marcadas para domingo, 15.

Leia também

Marina foi socorrida por uma policial militar que estava de folga e passava pelo local. A mulher anotou a placa do veículo e chamou o SAMU. Quando o resgate chegou, a ciclista já estava sem vida. O caso é investigado pelo 14º Distrito Policial, em Pinheiros.

Na última segunda-feira, 9, ativistas e amigos homenagearam Marina Harkot com frases escritas pelas avenidas Paulo VI e Sumaré. No domingo, houve uma manifestação em pontos de São Paulo pedindo justiça e mais segurança para ciclistas.

Marina foi enterrada na segunda-feira em Niterói, no Rio de Janeiro.