Polícia Civil aguarda laudo para determinar causa da morte de Marília Mendonça

·3 min de leitura
Marília Mendonça morreu aos 26 anos após um acidente aéreo (Reprodução Instagram)
Marília Mendonça morreu aos 26 anos após um acidente aéreo (Reprodução Instagram)

Resumo da notícia:

  • A Polícia Civil afirmou que as amostras de material genético das vítimas do acidente que matou Marília Mendonça já estão no IML

  • O laudo e a causa das mortes só será divulgado após a análise das amostras

  • A investigação deve ser encerrada em 30 dias

A Polícia Civil fez uma coletiva de imprensa e relatou que as amostras do material genético de todas as vítimas do acidente aéreo que matou Marília Mendonça já estão no Instituto Médico Legal de Belo Horizonte. Os especialistas farão exames de alcoolemia e toxicologia para determinar as causas exatas das mortes. Além de Marília, morreram também Henrique Ribeiro, produtor da artista, Abicieli Silveira Dias Filho, tio e assessor da cantora, Geraldo Martins de Medeiros Júnior, piloto, e Tarciso Pessoa Viana, copiloto.

Os peritos afirmaram que os trabalhos periciais e de investigação já estão em andamento, mas que ainda aguardam alguns exames complementares. A Polícia precisa aguardar o laudo completo antes de divulgar as causas exatas das mortes. A previsão é que todo o inquérito seja concluído em cerca de 30 dias.

Marília Mendonça, 26 anos, morreu nesta sexta-feira (5) em um acidente aéreo. O avião no qual a cantora viajava de Goiânia para Minas Gerais, onde faria um show, caiu em uma cachoeira no município de Piedade de Caratinga. Além dela, todos que estavam juntos morreram. A sertaneja estava acompanhada do produtor, assessor, piloto e copiloto.

"O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta, ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais", informou a nota.

Leia também:

Acidente de avião em Minas Gerais

O violão e a mala de Marília Mendonça foram retirados do avião (foto: reprodução TV Globo / instagram @mariliamendoncacantora)
O violão e a mala de Marília Mendonça foram retirados do avião (foto: reprodução TV Globo / instagram @mariliamendoncacantora)

Os cinco bombeiros tiveram dificuldade no resgate por conta das pedras escorregadias. É uma região de mata e com cachoeiras. Segundo informação da equipe local de socorristas, o tanque de combustível teria vazado e se espalhado, mas levado pela correnteza sem chance de incêndio.

O avião bimotor que transportava a cantora e mais quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de alta tensão antes de cair, em Caratinga, no Vale do Rio Doce, interior de Minas Gerais. A informação partiu da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) em nota divulgada.

A queda da aeronave é investigada pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da Força Aérea Brasileira (FAB). O órgão é responsável por apurar as causas de acidentes envolvendo a aviação civil e militar no Brasil.

Fez o nome dela!

Durante a pandemia, Marília Mendonça fez lives que bombaram nas redes sociais. O primeiro show caseiro, transmitido no YouTube, ficou entre os vídeos mais vistos do mundo. Marília cantou a maior parte do tempo sentada. Admitindo o uso de playback como ajuda, ela contou com uma equipe enxuta de oito profissionais, inclusive dois tradutores de libras - que caíram nas graças da internet.

Em 2019 e em 2020, Marília Mendonça foi a artista mais ouvida no Brasil, segundo o Spotify, repetindo o feito do ano anterior.

Vale lembrar que Marília foi a única mulher da área a se posicionar contra a candidatura (e em seguida eleição) de Jair Bolsonaro para presidência. Ela fez questão de se pronunciar nas redes sociais nas conflituosas eleições de 2018 sem medo de críticas ou perda de seguidores.

Em recente coletiva de imprensa, o empresário da cantora ainda relembrou que a sertaneja foi uma das primeiras artistas dele a cancelar shows em março de 2020, quando a pandemia de coronavírus foi oficializada. Ela colocou o Brasil para cantar suas modas no auge da aflição de uma crise sanitária com uma singela apresentação de dentro de sua casa para confortar o coração de seus fãs.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos