Polícia Federal inicia operação para recuperar obras roubadas

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (12) a Operação Dom Pedro II, com o objetivo de recuperar obras de arte roubadas de instituições públicas, especialmente no Rio de Janeiro e em São Paulo, na década de 2000.

Foram expedidos quatro mandados de busca e apreensão, cumpridos na zona sul e no centro do Rio. Entre as peças roubadas, estão livros raros, periódicos e fotografias.

De acordo com as investigações, as peças roubadas eram colocadas à venda em leilões no Brasil e no exterior, para dar aparência lícita à receptação. Os objetos eram negociados com colecionadores e comerciantes de arte, os quais, segundo a PF, agiam como "receptadores e traficantes de obras".

Algumas das obras, segundo a polícia, já foram recuperadas no exterior, em leilões e em coleções de instituições privadas brasileiras. Ainda de acordo com a PF, mais de R$ 1 milhão em obras de arte foram recuperados no ano passado.