Polícia encontra espingarda e drogas na casa do rapper Orochi

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O rapper Orochi teve de ir prestar depoimento na delegacia após a polícia invadir uma casa em que ele estava hospedado, na praia de Geribá, em Búzios, na Região dos Lagos (RJ), e encontrar drogas, munições e uma espingarda calibre 12 camuflada.

Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, agentes da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) cumpriram na quarta-feira (4) um mandado de busca e apreensão contra o cantor de rap. A ação foi motivada por um vídeo publicado nas redes sociais do músico no qual um homem dançava com uma arma longa (veja abaixo). Procurado, o rapper não respondeu as solicitações.

A arma já havia sido usada em outro vídeo publicado no Instagram de Orochi. Segundo a corporação, o proprietário dela trabalha na segurança do cantor e tem o registro da espingarda.

O dono do carro onde a espingarda foi localizada também foi identificado e ouvido. Orochi não estava na casa no momento do cumprimento do mandado, mas numa lancha rodeado de mulheres. Foi dentro dela que o músico acabou abordado por mais policiais e direcionado à delegacia.

Agora, as gravações do sistema interno de segurança da residência deverão ajudar a polícia a esclarecer o caso e continuar com a investigação.

MAIS PROBLEMAS COM A POLÍCIA

Essa não foi a primeira vez em que o rapper se viu envolvido num caso de polícia. Em março de 2019, Orochi foi detido na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. De acordo com a 125ª DP, ele foi autuado pela prática do crime de uso de drogas para consumo próprio e por desacato.

Em junho de 2022, o ator Cauã Reymond, 42, levou um susto enquanto fazia um passeio com a filha, Sofia, 10, a mulher, Mariana Goldfarb, 32, e mais dois cães pelas ruas do Joá, no Rio, onde mora. Isso porque alguns cachorros da raça pitbull o atacaram, e o caso foi parar na polícia.

Os cães moravam numa casa que pertencia ao rapper Orochi. De acordo com o próprio Cauã, após prestar queixa, o músico entrou em contato com ele e tudo ficou acertado

No mês seguinte, outro caso envolvendo o músico e a polícia. Orochi foi detido em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Policiais militares encontraram drogas na BMW do cantor, que estava acompanhado de duas mulheres.

Todos foram encaminhados para a 78ª DP (Fonseca) e liberados depois de assinarem o termo circunstanciado de porte de entorpecentes para consumo próprio. Na saída da delegacia, Orochi foi recepcionado por fãs. Cercado por crianças e adolescentes, ele tirou fotos e até gravou um vídeo publicado nos stories do Instagram.